Tecnologia no Campo: Aplicativo facilita a vida do produtor rural

Focado no agronegócio, Buscar Rural promete mudar o cotidiano das cidades do interior do Brasil, ao unir em um único app conceitos de compra e venda com prestação de serviços

Considerado um dos setores mais promissores do Brasil, o agronegócio representa 21,4% do PIB nacional, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Peça vital da economia brasileira, contraditoriamente, na ponta, o profissional do setor não utiliza totalmente os benefícios da tecnologia atual para divulgar seus produtos e serviços, e muitas vezes caminha longos quilômetros em estradas tortuosas sem ter ao menos a certeza se fará negócio ou não. Devido a isso, a Nutrimais, a primeira e maior rede de franquias de agronegócios do país, lançou no começo de abril o Buscar Rural, aplicativo que une conceitos de compra e venda com um banco de dados de prestadores de serviços do campo, destinado exclusivamente as áreas rurais do país.

Nutrimais: Aplicativo Buscar Rural – Foto: Divulgação

“O aplicativo Buscar Rural promete ser a revolução do agronegócio. Ele interliga todos os compradores e vendedores, podendo saber os preços e os anúncios mais próximos de você. É possível localizar desde animais até máquina e sementes, além de contratar entre serviços de veterinários, agrônomos, e muito mais. Pretendemos utilizar o aplicativo para unir toda a cadeia produtiva do agronegócio”, informa Welington Oliveira, CEO do grupo Nutrimais.

Disponível tanto para Android quanto para iOS, o aplicativo trabalha exclusivamente para pessoas ligadas ao agronegócio, 100% rural.

“Nosso app é dedicado aos interiores, e devido a isso, temos toda uma equipe que faz uma apuração prévia daquilo que é ou não é do campo.  Nosso objetivo, é de lançar o app para 15 países somente nesse ano, e assim, conectar todo o universo rural”, comenta Welington.

Como funciona:

Na prática, o aplicativo Buscar Rural é dividido em duas sessões: Uma dedicada a compra e venda e outra a prestação de serviços.

Na sessão de compra e venda, é possível comercializar produtos como animais, propriedades, produtos, sementes, commodities, pesca, máquinas, equipamento e veículos.

Na categoria de prestação de serviços, é possível encontrar profissionais do transporte, frigoríficos, cursos agro, eventos rurais, crédito rural, cooperativas, lojas, laboratórios, entre outros.

“Queremos estimular o uso da tecnologia no campo. Viemos para facilitar a vida do produtor rural, e aos poucos, iremos digitalizar os interiores do Brasil”, finaliza Welington Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo