Luta para tirar do papel lei que cria Secretaria Municipal de Ação Comunitária continua

No mês em que se comemora o Dia Nacional do Líder Comunitário (5.5), o líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Chiquinho Telles (PSD), declarou que a luta para tirar do papel a Lei nº 5.339, de 11 de julho de 2014, de sua autoria, que cria a Secretaria Municipal de Ação Comunitária, continua.

Para o Parlamentar, a criação da Secretaria Municipal de Ação Comunitária é um sonho a ser realizado com o apoio do prefeito Marquinhos Trad (PSD), “fruto de projeto de lei autorizativo de minha autoria, sancionado, mas que ainda não saiu do papel. Ao se tornar uma realidade, essa secretaria vai fortalecer ainda mais o movimento comunitário de nossa Capital”.

Chiquinho Telles no Dia Nacional do Líder Comunitário – Foto: Assessoria

A Secretaria Municipal de Ação Comunitária, explicou Chiquinho Telles, vai atuar em conjunto com as demais secretarias municipais no desenvolvimento de atividades comunitárias, procurando aprimorar a consciência da cidadania e integração da comunidade, bem como prestações de serviços voltadas à promoção da inclusão social.

O Vereador é um defensor persistente do movimento comunitário, inclusive foi ele um dos grandes responsáveis pela conquista histórica da regularização da sede da União Municipal das Associações de Moradores (UMAM), concretizando um sonho que se arrastava há 33 anos.

O trabalho voluntário realizado pelos líderes comunitários é visto por Chiquinho Telles como uma missão. “Eu, que fui presidente do bairro Moreninha 3, por dois mandatos consecutivos, sei mais que ninguém que as lideranças comunitárias são verdadeiramente os representantes do povo. São vereadores sem mandato”, reconheceu.

A data de 5 de maio é reservada no calendário para se comemorar o Dia Nacional do Líder Comunitário. Ao destacar o especial dia, Chiquinho Telles manifestou seu orgulho de ter no DNA o espírito comunitário. “Não poderia deixar de homenagear você que é presidente de bairro, de clube de mães, associações, e de entidades que prestam serviços voluntários a favor da população de Campo Grande. Meus Parabéns pela luta diária. Ser líder comunitário é gostar de gente”.

Chiquinho Telles expressou ainda que “desejo que a Câmara de Vereadores tenha muito mais líderes comunitários para brigar pela nossa gente”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo