Por que é necessário fazer um planejamento financeiro familiar?

Saiba porque realizar um planejamento financeiro familiar é tão importante e como pode te ajudar a fugir das dívidas.

Atualmente, a maioria da população brasileira não sabe da importância de um orçamento familiar bem feito e nem como uma organização financeira pode ajudá-la a não passar sufoco com as contas.

Infelizmente, a educação financeira não é uma matéria que se aprende na escola, tornando o contato com esse assunto muito mais difícil na vida adulta. O que causa uma série de transtornos econômicos para grande parte das famílias brasileiras.

Muitas pessoas, inclusive, apenas se interessam por realizar um planejamento financeiro familiar somente depois de se encontrar cheio de dívidas. Caso houvesse um conhecimento prévio, situações de inadimplência tão comuns no Brasil poderiam ser evitadas.

Foto: Shutterstock

O que é um planejamento financeiro familiar

A estabilidade da saúde financeira de qualquer família depende diretamente de um orçamento familiar bem planejado, que esteja de acordo com a realidade da mesma.

É de extrema importância reconhecer como o dinheiro está sendo gasto, assim, é possível perceber onde é viável realizar cortes no orçamento com o intuito de direcionar verba para as áreas mais importantes.

Dessa forma, um orçamento familiar nada mais é do que um panorama geral no qual é possível enxergar tudo o que entra e tudo o que sai no plano das finanças da sua casa. Por isso, é indispensável incluir todas as despesas de todos os integrantes da família, bem como todos os ganhos.

Como montar seu orçamento familiar

Para dar início a uma nova vida financeira na qual você tem total conhecimento dos seus gastos e receitas, é preciso seguir alguns passos para montar de maneira verídica seu orçamento familiar.

Escolha as melhores ferramentas para você

O primeiro passo para montar seu planejamento familiar é identificar o total de despesas dos membros da casa. Entretanto, para contabilizar da melhor forma é possível obter a ajuda de sites e aplicativos de finanças para não errar na conta.

Essas ferramentas ajudam na elaboração do orçamento e podem ser bons caminhos para a criação de um planejamento familiar que esteja de acordo com a realidade de cada família.

Não seja otimista

Após encontrar os aplicativos de finanças pessoais que mais se adequam a você, está na hora de fazer o levantamento. Esse não é o momento de ser otimista: leve em consideração a menor receita possível e os maiores gastos!

Você deve sempre estar preparado para o pior cenário e a pior coisa que pode acontecer é ser pego de surpresa.

Outra dica é que a elaboração do orçamento familiar deve ser realizada anualmente. Essa é a melhor indicação porque alguns gastos são sazonais, como o IPVA e IPTU, por exemplo.

Tenha objetivos claros

O maior motivador para manter as finanças organizadas é ter seus objetivos bem claros em mente. É altamente recomendado por especialistas estipular metas, além da organização orçamental. Uma viagem, um curso, um carro ou uma casa podem servir de inspiração e motivação para conter os gastos e se manter na linha.

Além disso, é necessário também determinar o prazo para concluir os objetivos. É sempre interessante ter objetivos de curto, médio e longo prazo. Dessa maneira você irá ver que está cumprindo, aos poucos, o que sonhou quando deu início à organização financeira.

Se eduque financeiramente

Conforme dissemos anteriormente, educação financeira não é uma matéria que faz parte do currículo escolar no Brasil. Essa situação somente contribui para o número de adultos endividados e inadimplentes que cresce a cada ano no país.

Diante desse panorama, quem não deseja ser mais um número nessa triste estatística deve buscar uma boa educação financeira por si só para conhecer todas as possibilidades de lidar com o próprio dinheiro. Esse tipo de atitude ajuda no desenvolvimento pessoal e financeiro.

A internet e instituições físicas estão recheadas de conteúdo informativo sobre como se portar melhor com o próprio dinheiro. Hoje em dia, é possível saber o mínimo sobre educação financeira sem sair de casa. Assim, você pode ir aos poucos criando seu orçamento familiar de acordo com a sua realidade.

Dessa maneira, será possível aproveitar ao máximo as dicas acima e conhecer muitas outras e implementá-las na sua vida financeira. Ao tomar maior conhecimento sobre finanças você pode adaptar sua receita da melhor forma para seu estilo de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo