Maior evento corporativo poliesportivo do mundo, Corporate Games chega ao Brasil em 2020

Combinação única de esportes, negócios e turismo, Jogos serão realizados na cidade de São Paulo. Com 31 anos de história ao redor do mundo, já reuniu 31 mil organizações e 1 milhão de participantes

Autoridades, parceiros e apoiadores do evento (Sérgio Dutti / Dutti Imagens /Divulgação)

São Paulo (SP) – Considerado o maior evento corporativo poliesportivo do mundo, o Corporate Games chega ao Brasil em 2020. Entre os dias 3 e 6 de dezembro, a cidade de São Paulo vai se transformar na capital do esporte corporativo do País, com a realização do São Paulo Corporate Games, uma combinação única de esportes, negócios e turismo, voltado para empresas, instituições e seus colaboradores.

Um evento com 31 anos de história ao redor do mundo, presente em todos os continentes, realizado pela primeira vez em 1988, em São Francisco, nos Estados Unidos. De lá para cá, foi crescendo ano a ano, já tendo reunido 31 mil organizações e 1 milhão de participantes, em edições por 38 diferentes países e 101 cidades, com mais de 70 modalidades esportivas e 250 Jogos desde então. Em 2020, além do Brasil, o Corporate Games estará em países como Alemanha, Bélgica, Holanda, Reino Unido e Romênia.

“O Corporate Games é uma olimpíada das empresas e seus colaboradores e está sendo disputada no exterior há 31 anos. Chega agora ao Brasil para dar oportunidade ao mundo empresarial de sentir a emoção que as disputas proporcionam àqueles que estão dentro dos campos e quadras esportivas. São pessoas que saem da condição de torcedores para ser protagonistas do jogo”, afirmou Davis Tenório, CEO da Corporativo Sports, no lançamento do evento na manhã desta terça-feira (17), na sede da Secretaria Estadual de Esportes, no centro de São Paulo e que contou com o secretário executivo da entidade, Marco dos Santos, o “Chuí”, e o secretário municipal de Esportes da cidade, Maurício Landim, entre outras autoridades.

Davis Tenório e Carlos Vieira, da Coporativo Sports (Sérgio Dutti / Dutti Imagens /Divulgação)

Os Jogos estão sendo trazidos ao Brasil pela Corporativo Sports, que adquiriu a licença internacional. Em São Paulo, o Corporate Games será realizado em diversas instalações esportivas, entre elas: Centro Paralímpico Brasileiro, Campo de Golfe (Fazenda da Grama), COTP – Centro Olímpico e SESI-SP. A corrida de rua está programada para o centro da cidade. No primeiro dia, 3 de dezembro, credenciamento dos participantes e desfile e festa de abertura. Na sequência, de 4 a 6, estão marcadas as competições esportivas, com esportes individuais, coletivos e por grupos de idade, para homens e mulheres, encerrando com a cerimônia de premiação. As inscrições serão abertas no final de janeiro.

“Os números da história do Corporate Games nestes 31 anos são superlativos e confirmam a força do evento, que também será um sucesso no Brasil, um País que respira esporte. Adquirimos a licença internacional, demonstrando a confiança que temos no sucesso”, ressaltou Carlos Vieira, CFO da Corporativo Sports. “Estamos em busca de patrocínio, de empresas que venham fazer história junto com o maior evento corporativo poliesportivo do mundo, trazendo sua marca, acessando uma base de públicos empresariais, gerando negócios e networking”, completou.

Um festival esportivo aberto a todas as pessoas e tipos e tamanhos de organizações, com equipes pequenas, médias ou grandes, que incluem funcionários de toda a pirâmide organizacional. CEO’s, diretores e gerentes, assim como milhares de colaboradores, estarão juntos em uma competição que estimula o espírito empresarial, a cultura corporativa, a motivação e a integração, desenvolvendo confiança, lealdade e espírito de equipe. Além disso, proporciona saúde e bem-estar, contribuindo para a redução do sedentarismo, com as diferentes atividades, assim como promove inclusão e diversidade.

Carlos Vieira (Corporativo Sports) (Sérgio Dutti / Dutti Imagens /Divulgação)

Disputas em 14 modalidades – O São Paulo Corporate Games contará com 14 modalidades – cinco coletivas e nove individuais -, algumas delas divididas por categorias de esportes e classes de idade: Open, 30 a 39 anos, 40 a 49 anos, 50 a 59 anos e 60+ anos. É possível inscrever quantos colaboradores ou equipes as organizações quiserem. Nos esportes coletivos, Vôlei, Basquete, Futebol, Futsal e Futebol Society. Nos individuais, Corrida (5 Km e 10 Km), e-Sports (FIFA), Golfe, Kart, Natação, Tênis, Tênis de Mesa, Futmesa e Pôquer. Os três primeiros colocados em todas as disputas receberão medalhas. Os atletas competem por pontos para sua organização e medalhas para si.

Um pouco de história – O ano era 1985. Em Toronto, no Canadá, Maureen Johnston, fundadora da World Masters Games, teve a ideia da criação do World Corporate Games. O objetivo: um projeto que oferecesse a todos a chance de praticar esporte ao redor do mundo, representar uma equipe e ter orgulho de ser parte de um festival poliesportivo para empresas e instituições de diferentes tipos e tamanhos. Os Jogos não deveriam ter barreiras e seriam os primeiros abertos igualmente para mulheres e homens e, também, a integrar participantes com deficiência.

A partir de sua ideia, Johnston fundou a Sport For Life, para tornar isso realidade. E, assim, em 1988, foi realizado o 1º World Corporate Games, em São Francisco (EUA), escolhida entre várias cidades para os Jogos inaugurais. Um sucesso, que se repetiu no ano seguinte em Concord, mais uma vez nos Estados Unidos. O Havaí recebeu a terceira edição. Em 1991, Lille, na França, e em 1992, Londres, na Inglaterra, seguindo uma trajetória de crescimento pelo mundo, tendo atingido hoje a marca de 101 cidades e 38 países.

Golfe, entre as modalidades individuais (Divulgação)

Foram desenvolvidos também Jogos de Inverno, com o 1º Winter World Corporate Games em 1991, nos Estados Unidos, e licenças para a realização de Jogos fora dos eventos mundiais, como o 1º Corporate Games Australiano, em 1993, na cidade de Sidney. Uma após outra, grandes cidades do mundo se seguiram, incluindo Genebra, Stuttgart, Zagreb, Budapeste, Sevilha, Cape Town, Cidade do México e Tóquio.

Nelson Mandela foi patrono do primeiro evento esportivo multirracial em nível mundial realizado na África do Sul na era pós-apartheid – os Corporate Games Mundiais de 1994 em Joanesburgo.

Na história dos Corporate Games, nomes de destaque no mundo, como líderes de governos, personalidades dos negócios e dos esportes, foram patronos das diversas edições, como Mandela, François Miterrand e a Princesa Anne.

O São Paulo Corporate Games tem apoios do Governo de São Paulo – Secretaria de Esportes, Prefeitura Municipal de São Paulo e São Paulo Negócios, apoios institucionais da FIESP, SESI-SP, FECOMERCIO- SP, ABRH-SP (Associação Brasileira de Recursos Humanos), ABQV (Associação Brasileira de Qualidade de Vida) e Instituto Ayrton Senna. E a ACCOR como rede oficial de hotelaria dos Jogos. A realização é da Corporativo Sports.

Vídeo sobre o evento – https://youtu.be/jCXPsL3Sp8w

Mais informações:

Site: www.corporate-games.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo