Moody’s eleva nota do Sicredi em classificação de risco de crédito

Instituição financeira pioneira do cooperativismo de crédito no Brasil atinge uma das maiores notas no rating de uma das principais agências de classificação de risco do mundo

Cesar Bochi, diretor de Administração do Sicredi – Foto: Divulgação

A Moody’s, uma das principais agências de classificação de risco de crédito do mundo, elevou as notas do Sicredi de Aa2.br para Aa1.br nos ratings corporativo e de emissor em escala nacional, ambos de longo prazo. A nova avaliação atesta a capacidade do Sicredi de manter métricas de risco de ativos acima da média do mercado de capitais durante crises econômicas e, ainda, de sustentar seu alto nível de capitalização e rentabilidade. Na atualização, a agência também reafirmou todas as outras avaliações e classificações da instituição financeira cooperativa.

Segundo Cesar Bochi, diretor de Administração do Sicredi, a avaliação da Moody’s reafirma o bom desempenho da instituição financeira, que se tornou modelo para o cooperativismo de crédito no Brasil e no mundo. “Seguimos apresentando um crescimento contínuo, mesmo nos momentos em que o cenário econômico trouxe grandes desafios. Fechamos o primeiro semestre deste ano com crescimento de 10% no resultado líquido, chegando à marca de R$ 1,5 bilhão, e com patrimônio líquido que supera a marca dos R$ 16 bilhões. São resultados de uma participação muito ativa dos nossos mais de 4 milhões de associados e de um modelo de negócio sólido e seguro”, diz.

Além da nota aplicada pela Moody’s, o Sicredi obtém bom desempenho em avaliações da Fitch Ratings e Standard & Poor’s, que também estão entre as principais agências de classificação de risco de crédito no mundo. O rating nacional de longo prazo que avalia o grau de investimento com qualidade alta e baixo risco tem a nota máxima da Standard & Poor’s (AAA) e a nota AA da Fitch Ratings.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo