A importância das Campanhas de Vacinação serem contínuas

Começou, no último dia 18 de novembro, a segunda fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo. Nesta segunda fase, que vai até o dia 30 de novembro, a vacina será oferecida aos adultos de 20 a 29 anos. A expectativa do governo é aplicar a dose em 13,6 milhões de brasileiros.

Raul Canal, presidente da Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética (ANADEM) alerta sobre a importância dessas campanhas:

“Seria necessário que o SUS e o Ministério da Saúde realizassem campanhas permanentes de vacinação. Quando se erradica uma doença infectocontagiosa, as pessoas perdem o medo e deixam de se vacinar. Então, o ciclo retorna e doenças que haviam sido extinguidas, voltam a apresentar altos picos de incidência por função da não vacinação. Assim, o Brasil está sempre propenso aos surtos de doenças infectocontagiosas porque não consegue estar em dia quanto às prevenções ou sequer criar formas de antecipação para minar as epidemias de patologias que deveriam estar erradicadas”, afirma o presidente da ANADEM.

O presidente da Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética (ANADEM), Raul Canal, está à disposição para comentar e opinar sobre a importância das campanhas de vacinação serem contínuas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo