Reino animal: quais são os bichos mais rápidos do mundo?

Confira curiosidades dos “maratonistas” da natureza.

Foto: Divulgação

Velocidade é uma capacidade física muito importante para qualquer animal. É graças a essa habilidade que é possível se manter vivo no mundo selvagem. Seja para caçar ou fugir, a agilidade é determinante para sobreviver ou morrer. Mas, quais são os bichos mais rápidos do mundo e onde eles estão?

Os apressadinhos

Para começar, falemos sobre os cães rápidos. A raça mais conhecida pela ligeireza é a do esguio Galgo Inglês, que supera a marca dos 70 km/h facilmente. Com porte atlético, esse cachorro era usado para caça na Inglaterra, mas sua velocidade despertou a atenção dos apostadores, e ele passou a ser usado também em corridas.

Variações dessa raça, como os Galgos Espanhol, Afegão e Ancestral (Saluki) também são velozes e podem ultrapassar os 60 km/h.

Como estamos?

O velocista Usain Bolt é considerado o homem mais rápido do mundo e já chegou à marca de 45 km/h. O interessante é que, segundo cientistas da Universidade de Wyoming, nos Estados Unidos, o atleta ainda é lento.

Os pesquisadores descobriram que o ser humano pode atingir a marca de 64,4 km/h em situações extremas. Será que falta incentivo para o jamaicano?

Ela tem fama

Quem se lembra da fábula da lebre e da tartaruga? Com fama de velocista, a lebre ártica consegue alcançar 60 km/h quando precisa fugir de seus predadores.

A saber, segundo o Guinness Book, a tartaruga mais rápida do mundo é a britânica Berie, que “corre” a 1 km/h, o que dá uma ideia da diferença entre os pets na famosa historinha.

Nas savanas africanas

Na hora de fugir dos predadores, a zebra consegue atingir 64 km/h e, por isso, muitas vezes torna-se alvo fácil para outros animais.

Rei do deserto

Sobreviver ao ambiente árido da América do Norte é para os fortes. Por isso, o coiote alcança 69 km/h para conseguir abater suas presas e sobreviver. Lebres, veados e até aves fazem parte da dieta do bichinho.

Velocista do amor

É o amor que faz o pato-eider ser tão rápido! A ave migra no período de procriação, voando para locais mais quentes. É nessa fase que ela atinge 76 km/h para chegar bem rápido às asas do “mozão”.

Girl power

São as leoas que saem para caçar e sustentar a prole. Por isso, não admira que elas consigam ultrapassar o marco de 80 km/h para conseguir comida para si e para sua família.

Delicadeza

Não subestime o tamanho dos beija-flores. Essas aves pequenininhas conseguem voar a 100 km/h e são as únicas que conseguem se manter paradas durante o voo.

Rei das águas

O peixe-agulhão — ou peixe-espada — é considerado um troféu por muitos pescadores, justamente pela dificuldade em pescá-lo. Vivendo nos oceanos tropicais, ele é o grande velocista dos mares, atingindo facilmente 110 km/h.

Anatomia perfeita

O corpo do guepardo (ou chita) é extremamente aerodinâmico e preparado para fazê-lo atingir os 115 km/h. Suas patas contam com unhas constantemente expostas que evitam que ele derrape durante as corridas.

Vivendo no Irã, só a arrancada do felino já faz inveja a muito motor potente: 72 km/h.

Torpedo dos mares

Outro peixe impressionante, o tubarão-mako é apelidado de falcão dos mares, pois durante as caçadas, ele consegue atingir 124 km/h.

Medalha de ouro

O grande campeão de velocidade do reino animal é, na verdade, uma ave: o falcão peregrino, que atinge 320 km/h durante suas caçadas.

Encontrado nos Estados Unidos e no Canadá, é outro exemplo de aerodinâmica perfeita: seu corpo é projetado para atingir grandes velocidades e, quando encontra uma presa — geralmente uma outra ave ou mesmo pequenos roedores —, o falcão peregrino mergulha no ar como uma flecha, usando a força da gravidade a seu favor para conseguir pegar o alimento desprevenido.

Ele é rápido?

Entre os insetos, ganha destaque o escaravelho tigre, que voa a 2,5 m/s. De acordo com pesquisadores, se formos levar em conta seu tamanho e a proporção e o seu corpo, ele é o top velocista da natureza, pois equivaleria a uma pessoa correndo a impressionantes 810 km/h. É tão rápido que nem seus olhos conseguem focar a paisagem direito!

A mãe natureza é ou não sábia? É graças a essas peculiaridades que cada animal consegue sobreviver em meios hostis e selvagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo