Avião cai em bairro de Belo Horizonte (MG) e deixa 3 mortos e 3 feridos

Um avião de pequeno porte caiu na manhã desta segunda-feira (21) em um bairro residencial de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, causando a morte de três pessoas e deixando outras três feridas. As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas serão devidamente apuradas pelas autoridades competentes.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM) de Minas Gerais, o acidente aconteceu por volta das 10h15min (horário de Brasília), na esquina das ruas Minerva com a Belmiro Braga, no Bairro Caiçara.

Equipes das Polícias Militar e Civil, do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas e enviadas para o local do acidente. Todas as ruas próximas foram interditadas e o tráfego de veículos suspenso.

Avião cai em bairro de Belo Horizonte (MG) e deixa 3 mortos e 3 feridos – Foto: WhatsApp/Reprodução

O avião, modelo Cirrus, Prefixo PR-ETJ, decolou do Aeroporto Carlos Prates, com destino a Ilhéus, na Bahia. O piloto percebeu problemas técnicos na aeronave e tentou retornar ao aeroporto, mas caiu sobre casas e veículos.

Moradores disseram que o impacto no solo foi violento, e que o avião explodiu, pegando fogo logo em seguida. Duas pessoas que estavam nas imediações morreram na hora.

Uma das vítimas fatais estava dentro de um carro estacionado e a outra caminhava na calçada.

O local do acidente fica a 1,3 quilômetros de distância da cabeceira do Aeroporto Carlos Prates. A aeronave estava com a documentação e com a manutenção em dia e não podia ser usado em serviços de taxi aéreo.

A aeronave foi fabricada em 2007 e pertence a Empresa Helicon, segundo consta no cadastro da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A empresa, no entanto, informou que o avião foi vendido a Srrael Campras dos Santos, e que o documento de venda e compra do aparelho foi protocolado na ANAC no dia 16 de outubro deste ano.

Srrael Campras dos Santos consta na lista de feridos, tendo sido ele socorrido pelos bombeiros e encaminhado a um hospital da cidade.

Assustados, moradores da região disseram que tentaram ajudar a controlar e a apagar o fogo, mas as chamas estavam altas e intensas, impedindo a aproximação.

O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA I), da Força Aérea Brasileira (FAB), foi avisado do acidente aéreo e deve enviar técnicos para o local ainda hoje. Os técnicos do órgão é que ficarão encarregados pelas investigações.

Em abril deste ano, outra aeronave de pequeno porte caiu na mesma rua, causando danos a uma residência e provocando a morte do piloto Francisco Fabiano Gontijo, que morreu carbonizado.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo