Festival de Aves promete agitar o final de semana em Ilhabela

Cidade prepara intensa programação a partir desta sexta-feira (19) até segunda-feira (21), com passeios, palestras, minicursos e atividades infantis grátis. Rede hoteleira estará com ocupação perto de 90%

Ilhabela (SP) – A “nova moda” em Ilhabela é olhar para cima. Isso porque o Festival de Aves segue movimentando a cidade durante todo o mês de outubro. A intensa programação começa nesta sexta-feira (18) e tem atividades espalhadas pela cidade, com palestras, minicursos, fam-trips, cinema, oficinas e atividades infantis. A ação, promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, é grátis e promove a Observação de Pássaros (Birdwatching) como nova modalidade turística no arquipélago que conta com uma das maiores reservas de Mata Atlântica conservada do mundo, com área de 27.025 hectares (ou 270 quilômetros quadrados).

Além do Festival de Aves, Ilhabela receberá visitantes para cinco cerimônias de casamento programadas para este final de semana. Com isso, a ocupação da rede hoteleira da cidade está na casa de 88,4%, índice 13% superior em relação ao mesmo período do ano passado, quando chegou a 75,6%. Os dados são da Associação Comercial do município, em pesquisa feita nas regiões norte, central e sul da Ilha para o período a partir desta sexta-feira (18) até domingo (21).

Aves em Alcatrazes (Divulgação / Sectur Ilhabela)

As atividades desta sexta-feira (18) no Festival de Aves começam a partir das 17h. São quatro palestras, no Centro Histórico da Vila, começando pelo tema “Aves do Parque Estadual de Ilhabela”. Na sequência é a vez das “Aves do meu quintal”, sobre paisagismo funcional e placas que atraem aves; seguida de “Aves pelágicas”, que vai abordar o universo das aves de mar aberto e as raridades que frequentam o litoral brasileiro e, para finalizar “Fotografia de aves – fotografar na natureza”.

As atividades culturais terminam com o Cine no Píer, com mostras sobre observação e conservação, mas a noite só acaba a meia-noite, quando a Fam-Trip “Saída Pelágica – Plataforma” parte para dois dias de navegação para reconhecimento aos principais destinos de observação em mar aberto. No sábado (19), o dia começa às 7h, com o passeio “Passarinhar nas trilhas de Ilhabela”, no Parque das Cachoeiras, para observação de aves. Na sequência, mais palestras e atividade infantis enchem a programação até a noite (confira abaixo).

O domingo (20) também começa cedo, com o passeio Passarinhar nas trilhas de Ilhabela (Visita técnica ASM Cambaquara), a partir das 7h. A tarde, às 14h, destaque para o minicurso ‘Ilustração de aves’, uma oficina de ilustração de aves com técnica de esferográfica, entre outras atividades. O Festival de Aves continua na segunda-feira (21), com a atividades escolar “Oficina de ilustração de aves com técnica de esferográfica”, ás 8h, e o minicurso “Jardim de beija-flores”, ás 9h, sobre como atrair beija-flores para jardins e quintais.

Tiê-sangue (Divulgação / Sectur Ilhabela)

O Festival de Aves de Ilhabela é mais um passo no caminho de posicionar o município como um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil. Para isso, prepara estrutura para receber os turistas de Birdwatching no Parque Estadual, que ocupa 85% do território da ilha. No local, serão construídas seis torres dentro do espaço de preservação da Mata Atlântica, além de outras iniciativas que fazem parte do convênio assinado entre a Prefeitura e a Fundação Florestal.

A estrutura tem como objetivo colaborar para que os visitantes tenham a oportunidade de observar, fotografar e catalogar espécies como o Tiê-sangue, símbolo da Mata Atlântica, Tangará, Papagaio-moleiro – eleita a ave símbolo da ilha, a Coruja-preta, ou a Jacutinga. “O Birdwatching é uma modalidade de turismo consolidada em outras partes do mundo e está crescendo no Brasil. Ilhabela sai na frente ao se posicionar, criar estrutura e investir em capacitação para receber mais turistas do Brasil e do mundo”, avalia Bianca Colepicolo, secretária de Desenvolvimento Econômico e do Turismo.

Livros e imagens de aves no Centro da Vila (Divulgação / Sectur Ilhabela)

Programação do Festival de Aves

Sexta-feira (18)

17h – Palestra Aves do Parque Estadual de Ilhabela, por Maria Inês (gestora do Parque)

18h – Palestra ‘Aves do meu quintal – parte1’ (Sobre paisagismo funcional e placas que atraem aves para uso em quintais e jardins, de casa, pousadas e chácaras, por Márcia Farias)

19h- Palestra ‘Aves pelágicas – o conhecimento de um profissional renomado’ (Fabio Olmos apresenta o universo das aves de mar aberto, falando das raridades que frequentam o litoral brasileiro)

20h – Palestra ‘Fotografia de aves – fotografar na natureza’, Silvia Linhares fala sobre sua experiência de fotografar mais de 1500 espécies brasileiras

21h – Cine no Píer – Mostras sobre observação e conservação (vídeos e filmes sobre aves e natureza)

24h – Fam-Trip ‘Saída Pelágica – Plataforma’ (Viagem de 2 dias para reconhecimento aos principais destinos de observação em mar aberto)

Fotografando pássaros (Divulgação / Sectur Ilhabela)

Sábado (19)

7h – Passarinhar nas trilhas de Ilhabela – Parque das Cachoeiras (Passeios abertos de observação de aves, com a guia Vilma)

14h – Atividades infantis ‘Trabalho de educação com tema de aves’, por Silvia Paraty

15h – Palestra ‘Aves do meu quintal – parte 2’ (Paisagismo funcional e placas que atraem aves para uso em quintais e jardins, de casa, pousadas e chácaras, por Márcia Farias)

16h – Palestra ‘Observação e comunidade’ (Como a observação de aves pode contribuir com o desenvolvimento sócio ambiental, por Daniel Cywinky)

17h – Palestra ‘Reintrodução e monitoramento’ (Conheça o trabalho da ASM Cambaquara na conservação de quatro diferentes espécies nativas da Ilha – Papagaio-moleiro, Tiriba, Tucano-do-bico-verde e Periquito-rico, por Silvana Davino)

18h – Palestra ‘Observação e conservação’ (Como birdwatching contribui com a conservação, quais os benefícios e impactos? Quais as boas práticas do observador de aves, por Marco Silva)

19h – Palestra ‘Aves da minha Escola 1’ (Apresentação de um trabalho de educação com o tema das aves de Paraty, por Silvia Paraty)

20h – Cine no Píer – Mostras sobre observação e conservação (vídeos e filmes sobre aves e natureza)

Programação do fim de semana (Divulgação)

Domingo (20)

7h- Passarinhar nas trilhas de Ilhabela (Visita técnica ASM Cambaquara, com Silvana Davino)

14h – Atividade infantil ‘Aves da minha escola 2’ (Apresentação de um trabalho de educação com o tema das aves de Paraty, por Silvia Paraty)

14h – Minicurso ‘Ilustração de aves’ (Oficina de ilustração de aves com Cristiane Gardim – Técnica de esferográfica)

16h – Palestra ‘Guia internacional, como iniciar?’ (Turistas estrangeiros tem uma grande exigência com relação aos guias de observação. Iniciar uma carreira nem sempre é fácil. Marco Silva apresenta sua recente experiência e dá algumas dicas a quem desejar começar)

17h – Relatos ‘Observação pelágica’ (Mesa redonda com os participantes do Fam-trip)

Segunda-feira (21)

8h – Atividades escolar – Oficina de ilustração de aves com técnica de esferográfica, por Cristina Gardim

9h – Minicurso ‘Jardim de beija-flores’ (Como atrair beija-flores para seu jardim sua varanda ou seu quintal? O que plantar e como construir bebedouros, por Zaga)

Sexta-feira (25)

8h – Fam-Trip Saída Pelágica (Viagem de reconhecimento aos principais destinos de observação em mar aberto, para Alcatrazes)

8h- Palestra ‘Fotografia embarcada’ (Octavio Campos Salles fala sobre a prática fotográfica embarcada, na busca por espécies pelágicas nos mares de Ilhabela)

18h00 – Aves de Alcatrazes: Projetos ICMBio em Alcatrazes, com Mayra Rocha

19h – Minicurso ‘Oficina de Fotografia’ (Os Irmãos Mello trazem sua oficina de fotografia com dicas para fotógrafos avançados e iniciantes)

21h – Cine no Píer – Mostras sobre observação e conservação (vídeos e filmes sobre aves e natureza)

Sábado (26)

7h – Vem passarinhar – Trilha Bananal (Passeios abertos de observação de aves, com Giulia D’Angelo e Sidney)

14h – Atividade infantil ‘Desenhando passarinho com esfero 1 (Formas e técnicas de desenho com a esferográfica pela artista Birgitte Tümmler)

14h – Minicurso ‘Oficina de Tratamento de Imagem’ (Ao longo de 10 anos, os Irmãos Mello foram se especializando em técnicas de tratamento digital de imagens e tornaram-se referência no Brasil. Nessa oficina apresentam as mais importantes ferramentas e suas dicas para melhor resultado)

16h – Palestra ‘Observação para Iniciantes’ (Como se iniciar no mundo da observação de aves? O que é preciso, quais equipamentos, livros e guias, por Giulia D’Angelo)

18h – Minicurso de guia de observação – parte 1 (orientações importantes para o profissional e para o trade, por Marc Egger)

20h – Cine no Píer – Mostras sobre observação e conservação (vídeos e filmes sobre aves e natureza)

Domingo (27)

7h – Minicurso de guia de observação – parte 2 – Fazenda Engenho D’Água, por Marc Egger

14h – Atividade infantil ‘Desenhando passarinho com esfero 2’ (Formas e técnicas de desenho com a esferográfica pela artista Birgitte Tümmler)

15h – Palestra ‘Observação Avançada’ (O que diferencia um observador experiente do iniciante? Técnicas de observação, história natural, comportamento das aves, uso de equipamentos, por Giulia D’Angelo)

Segunda-feira (28)

8h – Atividade Escolar A Arte da esferográfica e ilustração escola Paulo Renato, por Birgitte Tümmler)

Mais informações:

Sites: www.turismoilhabela.com  

Facebook: https://www.facebook.com/turismoilhabela/

Instagram: https://www.instagram.com/turismoilhabela/?hl=pt-br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo