Prédio residencial desaba em Fortaleza (CE) e deixa 1 morto e 5 feridos

Um prédio residencial de sete andares desabou na manhã desta terça-feira (15) no Bairro Dionísio Torres, área nobre de Fortaleza, capital do Estado do Ceará. O número de vítimas ainda é incerto, mas as autoridades policiais acreditam que uma pessoa pode ter morrido e que outras cinco ficaram feridas.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM), o desabamento aconteceu por volta das 10h35min (horário de Brasília), quando a maioria dos moradores estavam em seus respectivos apartamentos.

Um prédio de sete andares desabou na manhã desta terça-feira (15) em Fortaleza (CE) – Foto: WhatsApp/Reprodução

Equipes de emergência, formadas por policiais, bombeiros, paramédicos e membros da Defesa Civil, foram mobilizadas e enviadas para a região, que se encontra isolada e cercada. Todas as vias de acesso foram interditadas.

O Edifício Andréa fica localizado na Rua Tibúrcio Cavalcante, nº 2405, no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza (CE) e está a 3 km de distância da Praia de Iracema, região turística da capital cearense.

Cinco pessoas já foram resgatadas com vida, entre elas uma idosa de 60 anos. O estado de saúde das vítimas não foi divulgado.

Todos feridos estão sendo socorridos e levados a hospitais da região.

Um dos bombeiros que participa do resgate, e que pediu para não ser identificado, disse acreditar que entre 10 a 15 pessoas ainda possam estar soterradas sob os escombros.

Testemunhas disseram terem vistos pessoas no saguão de entrada do edifício momentos antes do desabamento. Na rua, várias pessoas correram no momento em que prédio desabou.

Cerca de 11 ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), quatro do Corpo de Bombeiros e duas da Defesa Civil foram mobilizadas e enviadas para a região.

Um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) foi colocado à disposição das esquipes de resgate.

Há relatos, ainda não confirmados, de que pedestres que passavam pela calçada no momento do desabamento ficaram levemente feridos. Todos foram levados a hospitais, medicados e liberados.

A Prefeitura de Fortaleza divulgou um comunicado informando que um plano de contingência foi implementado para apurar as causas do desabamento e atender todas as vítimas.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, foi até o local do desabamento para acompanhar o resgate das vítimas. Já o governador do Ceará, Camilo Santana, que está em Brasília, cancelou todos os compromissos e está retornado para Fortaleza.

A Defesa Civil de Fortaleza enviou duas equipes para o local do desabamento. Os técnicos deverão avaliar se existe o risco de novos desabamentos.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (CREA/CE) informou que somente irá se posicionar sobre o desabamento após serem realizados levantamentos na área.

Neste momento chega à redação do Campo Grande Notícias, a informação de que o Corpo de Bombeiros pediu a todos os moradores da região que deixem imediatamente suas casas, devido ao risco de explosões.

Em todos os apartamentos do prédio que desabou existem botijões de gás cujo conteúdo pode estar vazando. Também há o risco de choque elétrico, já que muitos fios da rede elétrica permanecem espalhados na rua.

A Polícia Militar interditou um trecho da Avenida Antônio Sales na altura da Avenida Tomás Acioli.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/CE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo