Pecuária e Agricultura: pilares da COOASGO

O mês de outubro tem datas importantes para o agronegócio, dia 14 Dia Nacional da Pecuária e 17 Dia da Agricultura. A COOASGO atua nas duas atividades há mais de 25 anos, sendo uma referência na região, gerando emprego e renda.

A pecuária é um setor importante da economia estadual e na COOASGO há pecuária de suínos e bovinos. A cooperativa tem Confinamento de Bovinos e Unidade Produtora de Leitão, denominada, UPL I, com 10.000 Matrizes em plena produção numa área de 93 Hectares, e   UPL III (crechiário) com uma área de 95 Hectares.

Foto: Divulgação

A maior força da COOASGO está na produção e comercialização de suínos. Hoje é produzido em torno de 2.750 suínos/dia, destinados a Aurora, a principal parceira da Cooasgo, sendo uma das 13 Cooperativas singulares associada ao Complexo Aurora Alimentos.

A agricultura também tem papel preponderante na economia de Mato Grosso do Sul e também é uma das áreas de atuação da COOASGO. Em ambas as áreas, a cooperativa tem bons números. Somente neste primeiro semestre, cerca de 515 mil animais cevados foram enviados ao frigorífico; comercializou mais de 80 mil doses de semêm de suínos; produziu mais de 90 mil toneladas de ração bovina e recebeu mais 980 mil sacas de soja e milho. Outro dado interessante é que mais de 88% do milho comprado veio de cooperados e apenas 11% de terceiros.

A nova multiplicadora, que tem previsão de inauguração em agosto de 2020, tem um investimento total de cerca de R$ 49 milhões, sendo que R$ 41,5 milhões são financiados pelo FCO, R$ 22 milhões já foram liberados, tendo R$ 12 milhões já aplicados.

Na agricultura, a cooperativa mantém projetos de pesquisa com a Fundação MS, que realiza posicionamento de variedades de soja em diferentes épocas, identificando a melhor soja para cada período de plantio.

Na área da COOASGO destinada a esse trabalho, também pesquisam de 60 a 70 tipos de híbridos de milho para identificar qual é o melhor para a região de São Gabriel do Oeste. Sem contar os testes de produtos químicos, como fungicidas, todos esses resultados ficam à disposição dos cooperados.

 “Essas duas áreas de atuação do agronegócio trazem crescimento e desenvolvimento para todo o Mato Grosso do Sul, mas também é a fonte de trabalho dos nossos cooperados. A COOASGO não mede esforços para trazer o que há de mais moderno e eficiente para incrementar o negócio dos nossos produtores”, afirmou Sérgio Marcon, presidente da COOASGO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo