Romance divertido, peça “Amor 1980” reestreia encantando público

A plateia, com pouco mais de 20 pessoas, lotou o ambiente intimista e curtiu muito o espetáculo, ficando até o final para conversar com os atores e diretor.

Fotos: Karol Resquim

Diversão e uma dose de drama romântico marcaram a estreia de “Amor 1980”, do Grupo Casa, que aconteceu na semana passada em Campo Grande. A montagem, que está em cartaz na sede do grupo até o dia 22 de setembro, é livremente inspirada nos textos “Eu Sei Que Vou Te Amar”, de Arnaldo Jabour, “O Coiote”, de Roberto Freire e “Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres”, de Clarice Lispector. Todo esse conteúdo, se une ao figurino e um cenário com temática dos anos 1980, além de uma trilha sonora saudosista da época.

O reencontro de um casal separado, que foi viver aventuras pós término, dá a base do espetáculo. A publicitária Karina Prado conta que conheceu o Grupo Casa quando foi fazer um curso no espaço e passou então a acompanhar os trabalhos do grupo. Ela diz que não conhecia o texto da peça, mas se impressionou com a espontaneidade e desenvoltura dos atores. “Em alguns momentos me peguei tão próxima do texto, que chegava a falar ‘é isso aí mesmo’. É uma história muito interessante e com a qual muito se identifica, afinal, quem nunca bebeu um tiquinho a mais e falou umas coisas assim?”, afirma Karina.

Fotos: Karol Resquim

O publicitário Juba Tomassini, que também foi a convite da amiga Karina, apreciou muito a peça e o fato de que os atores consomem bebidas como champagne e whisky. “Gostei muito da iluminação, a luz ficou tão natural, ficou muito ‘redondo’ o espetáculo. Conforme foi prosseguindo, a bebida foi dando vestimenta aos personagens, como se eles realmente estivessem vivendo aquele momento, e o álcool fazendo com que eles tivessem aqueles transtornos todos, dialogando com os acontecimentos”, elogia.

Com espaço para pouco mais de 20 pessoas, a peça acontece em um local intimista, e tira suspiros, risos e alguns momentos de tensões e dramas do público. Uma montagem sobre amor, impossível não reviver ou se identificar com alguns momentos, ou até com a história inteira.

Fotos: Karol Resquim

Em sua reestreia, mesmo após os aplausos, o público não se retirou da plateia, o que deu oportunidade para um rápido bate papo com os atores e o diretor, onde o Grupo Casa pôde falar sobre teatro e agradecer o apoio de todos.

 “Amor 1980” é uma peça que diverte e prende o público, com leveza, pensada com muita dedicação, desde texto, figurinos, personagens, cenário e trilha sonora, para encantar quem comparecer para prestigiar essa experiência.

A peça segue em cartaz de quinta-feira (19) a domingo (22), sempre às 20 horas. Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) e estão à venda na sede do grupo.

SERVIÇO – O Grupo Casa fica na Travessa Nelson Tabelião Pereira Seba, n°8, Chácara Cachoeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo