Após radares federais pararem de funcionar, senador entra na Justiça e questiona ordem de Bolsonaro

Polícia rodoviária federal acatou decreto do Presidente, mas senador da Rede quer derrubar a decisão

Radares móveis foram retirados das rodovias federais (Foto: Divulgação)

Radares móveis foram retirados das rodovias federais (Foto: Divulgação)

Jair Bolsonaro venceu a última batalha contra os radares. Mas a guerra não mostra sinal de que vai terminar aí.

Nesta segunda (19), a Polícia Rodoviária Federal acatou a ordem do presidente, que determinou, via decreto pelo Diário Oficial na última quinta (15), que os radares móveis fossem retirados das rodovias federais.

O Senador Fabiano Contarato (Rede-ES), já prepara o próximo lance. Ele recorreu à Justiça Federal contra o decreto do presidente Jair Bolsonaro, e foi citado pela Rádio Senado como tendo dito que a ordem da cabeça do executivo brasileiro pode criar uma “indústria da morte”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo