Conheça um pouco mais sobre a Ilha da Magia

Viajar para Florianópolis é algo que muitas pessoas fazem nas férias, já que a cidade é famosa por abrigar diversas baladas e ter uma das paisagens mais belas do Brasil. É a típica cidade que quem ainda não foi, deseja ir e quem já visitou sempre deseja voltar.

Floripa é carinhosamente chamada de Ilha da Magia, mas o que poucas pessoas sabem é que o nome tem a ver com diversas lendas dos pescadores da região. Ficou curioso? Então, venha com a gente!

Foto: Divulgação

Mas primeiramente, por que Floripa é conhecida como Ilha da Magia?

Além das belas paisagens, a capital catarinense possui uma história um tanto quanto mística. Isso porque quando a colônia açoriana se instalou no lugar, várias histórias eram contadas e, com isso, atraiam ainda mais os visitantes da região.

Os pescadores contavam que diversas mulheres consideradas bruxas fugiram de Portugal e mudaram-se para Santa Catarina. Além disso, tinham como um de seus rituais fazerem nós nos rabos de cavalo avisando que estavam por ali. História de pescador? Nunca iremos sabemos.

Praia da Joaquina

Dizem que a beleza da praia da Joaquina foi palco de uma grande história de amor. A mulher que deu nome à praia era uma das mais belas da região e que perdeu os pais muito cedo, quando ainda era jovem.

Joaquina se apaixonou por Alberto, outro jovem pescador, e um dia pediu que ele não se aventurasse no mar. O homem prometeu que aquela seria a última vez e, de fato, nunca mais voltou.

Os anos passaram e Joaquina continuou a espera do amado em frente ao mar. Além disso, também passeou muito pela Praia da Conceição. Já idosa, Joaquina morreu na beira da praia, pensando em quando encontraria seu grande amor novamente.

Há outra lenda bastante interessante sobre o local, que também envolve uma bela jovem. Nesta, Joaquina seria uma rendeira, que passava as noite na praia a trabalhar.

Uma certa noite, Joaquina se distraiu com a beleza da lua e, com isso, foi engolida por uma onda do mar.

Ratones

Ratones é um distrito em Florianópolis que também conta com uma história inusitada. Os mais antigos diziam que uma rendeira e um pescador tinham um filho pequeno e, todas as vezes que o marido ia ao mar, a mulher banhava o menino em uma bacia.

Próximo ao local em que o menino era banhado havia um bravo cachorro que insistia em avançar na criança. Um belo dia, a rendeira atacou o animal com uma paulada na cabeça e o cachorro foi embora com alguns fiapos de sua saia.

No dia seguinte, a senhora encontrou o marido dormindo, com os mesmos fiapos em sua saia. Seria ele um lobisomem?

A lenda na região durou bastante tempo e, até hoje, muitos acreditam que o filho mais velho deve batizar o mais novo, para que o mesmo não aconteça com o rapaz. No entanto, caso isso ocorra, basta o homem ser atingido na cabeça que a maldição se acaba.

O responsável por reunir e contar essas e outras pequenas lendas sobre a Ilha da Magia é o pesquisador Franklin Cascaes. Há anos ele escuta e publica essas lendas que deixam Florianópolis ainda mais atraente.

Florianópolis: o paraíso no sul do país

Com lendas ou não, Florianópolis é sempre um dos melhores lugares para quem deseja tirar férias! Além das belas praias, a região conta com diversos barzinhos, restaurantes e pousadas lindíssimas! Vale a pena conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo