Fertel discute parceria técnica para transmissão do 3º Festival Cultural do Chamamé

Representantes da operadora Oi se reuniram com comando da fundação a fim de avaliar possibilidade de trabalho conjunto em evento que acontece em outubro e será veiculado na TVE Cultura

A Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul) e a Oi deram início, nesta segunda-feira (19), a conversas que visem a instituição de parceria técnica para a transmissão do 3º Festival Cultural do Chamamé, que será realizado entre 9 e 13 de outubro deste ano em Campo Grande e deve ter transmissão também para a Argentina. A possibilidade foi abordada em encontro na sede da fundação, no Parque dos Poderes.

O diretor-presidente da Fertel, Bosco Martins, ouviu dos executivos da Oi detalhes sobre os serviços prestados pela operadora atualmente no Estado –a empresa já foi parceira da TVE Cultura na transmissão de eventos anteriores, como o Festival América do Sul Pantanal e o Festival de Inverno de Bonito, e já realizou serviço similar na Caravana da Saúde do Governo do Estado.

Da esquerda para a direita: Danilo Magalhães, João Henrique e Bosco Martins. (Foto: Humberto Marques)

Desta vez, a empresa trouxe suas novidades tecnológicas à disposição e se comprometeu a avaliar as demandas da TVE Cultura para o evento. A apresentação foi comandada por João Henrique de Abreu, gerente de Projetos Governo da Oi, acompanhado de Maria Inês Cacho (executiva de Atenção), Edilson Ferreira (executivo de Negócios) e Francisco Arnaldo Araújo (Vendas Especializadas e Negócios TI B2B). O procurador jurídico da Fertel, Danilo Magalhães, o diretor da TVE Cultura, Cezar Roriz, e o apresentador do programa Hora do Chamamé e presidente do Instituto Cultural do Chamamé, Orivaldo Mengual, também acompanharam as discussões.

Organizado pelo Instituto Cultural do Chamamé, a terceira edição do evento será realizada na Praça do Rádio Clube, no Centro de Campo Grande, prometendo trazer dançarinos e músicos de Argentina e do Paraguai, além de grupos brasileiros –a comunidade boliviana participará da feira gastronômica do evento–, bem como apresentações no Shopping Bosque dos Ipês.

Em 2018, a TVE Cultura já transmitiu o evento que, neste ano, terá seu sinal levado também para cidades dos países participantes. No início de 2019, o Festival Nacional do Chamamé na cidade de Federal, na província de Entre Rios (Argentina) também foi transmitido pela emissora sul-mato-grossense.

Representantes da Oi e Fertel discutiram possibilidade de parceria técnica em torno do Festival do Chamamé. (Foto: Pedro Amaral/Fertel)

“O interesse da Oi é bem-vindo, haja vista que a edição de 2018 do Festival Cultural do Chamamé foi sucesso de audiência, repetido com a transmissão do evento argentino neste ano. Com a possibilidade de gerarmos um sinal de melhor qualidade, a partir da digitalização da TVE Cultura, temos conseguido uma maior aprovação de produtos de qualidade como este, e levar essas transmissões sempre é um desafio do qual não fugimos”, destacou Bosco Martins, ao agradecer o interesse da companhia.

Parcerias como a que começa a ser discutida com a Oi são uma realidade na Fertel. A própria digitalização da TVE Cultura foi possível graças à cooperação com a Claro/Embratel, que também resultou na instalação de antenas no interior do Estado; e agora, graças a acordo com o Ministério Público do Trabalho, a Educativa 104.7 FM receberá investimento de R$ 200 mil para a aquisição de equipamentos também para a melhoria do seu sinal.

“A busca por parcerias integra uma exigência que se tornou prioridade na Fertel, vinda do governador Reinaldo Azambuja e do secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel: melhorar a prestação dos serviços sem impactar as despesas, otimizando o trabalho e se valendo da criatividade. Felizmente temos sido bem-sucedidos nesse trabalho pois, além das melhorias técnicas por meio da cooperação, temos qualificado a programação das emissoras públicas por meio de uma programação regional de qualidade e parcerias”, complementou o diretor-presidente.

Reunião avaliou possibilidade de a Oi colaborar na transmissão do evento. (Foto: Pedro Amaral/Fertel)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo