Quais os cuidados que devemos ter com os pets no inverno?

Foto: Divulgação

Com a chegada das baixas temperaturas é preciso estar atento a alguns cuidados com os cães e gatos. A gripe tende a ser um dos maiores problemas nessa época do ano, ainda mais se o animal não fica o tempo todo dentro de casa. É importante sempre ficar atento a sintomas como tosse, secreção nasal e espirros, para providenciar um tratamento adequado com o médico veterinário. As vacinas também ajudam a prevenir doenças, tal como a gripe nos cães (tosse dos canis) e nos gatos (rinotraqueíte).

Em tempo de frio, tanto para humanos como para os pets é normal que a pele fique mais ressecada. Para evitar isso, existem produtos desenvolvidos para manter a hidratação do pelo e pele dos animais. Contudo, alguns cuidados são indicados para evitar o ressecamento da pele, por exemplo: cobrir os pets com cobertores ao sair do pet shop, evitando choques de temperatura; ao dar banho em casa, utilizar água morna e seca-los por completo; roupas, caminhas quentinhas e tosas altas são bem-vindas; manter a tosa higiênica auxilia tanto na limpeza quanto para mantê-los mais secos.

Diminuir as atividades físicas dos pets é um erro comum nesta época. O correto é manter os exercícios, pois eles ajudam na termorregulação, que é a manutenção da temperatura interna ideal pelo próprio organismo, e ainda evitam o ganho de peso. No frio os animais idosos tendem a brincar e correr menos devido às dores relacionadas a doenças articulares como a artrose, então, para evitar esse desconforto consulte um médico veterinário.

Assistir a um filme debaixo das cobertas com seu pet também será um ótimo programa para um fim de noite, além de estar em ótima companhia, seu pet ajudará a te aquecer devido à temperatura corporal deles ser maior do que a nossa!

*Juliana Aisawa – veterinária na Petland Conselheiro Vila Mariana, em São Paulo/SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo