Ataque com faca deixa 1 morto e 1 ferido na Austrália

Um homem, ainda não identificado, atacou na manhã desta terça-feira (13) várias pessoas em Sydney, no Sul da Austrália, causando a morte de uma pessoa e deixando outra gravemente ferida. O suspeito atacou as pessoas com uma faca.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas agora a pouco pelas principais agências internacionais de notícias, ainda não há informações sobre as motivações do crime e, por enquanto, a polícia trabalha com a hipótese de incidente doméstico, apesar de não ter descartado totalmente a possibilidade de atentado terrorista.

Equipes de emergência socorrem uma mulher que ficou ferida em um ataque ocorrido nesta terça-feira (13) em Sydney, na Austrália – Foto: Dean Lewins/AAP Image via AP

Equipes de emergência, formadas por bombeiros, polícia e membros das Forças de Segurança, foram mobilizadas e enviadas para o local do ataque, que foi isolado e cercado. O suspeito foi localizado e detido, sendo posteriormente levado para uma delegacia de polícia.

O corpo da vítima fatal foi resgatado e levado a um hospital da região, para onde também foi levado a vítima que ficou ferida no ataque. As duas vítimas são mulheres, uma de 21 anos (a que morreu) e outra de 41 anos (a que ficou ferida).

Uma fonte da polícia de Sydney, que preferiu não se identificar, disse que a primeira vítima, de 21 anos, foi atacada em um apartamento localizado próximo ao Centro Comercial da cidade. Após cometer o crime, o suspeito fugiu e correu pelas ruas, até alcançar outras vítimas, que entraram em pânico e correram desesperadas quando ele esfaqueava outra mulher.

Imagens divulgadas pelas emissoras de TV da Austrália mostram o suspeito armado com uma faca e pulando nos carros estacionados, enquanto gritava: “Allahu Akbar” (“Alá é Grande”) e “Atirem em mim!”.

Policiais que estavam nas proximidades detiveram o suspeito e o desarmaram. Posteriormente o algemaram e o levaram para uma delegacia de polícia, onde permanece preso à disposição da Justiça.

A morte da jovem de 21 anos, cujo corpo somente foi encontrado depois da prisão do suspeito, está sendo tratada em conjunto com o segundo ataque, o da mulher de 41 anos, que ficou ferida.

O Comissário de Polícia do Estado de Nova Gales do Sul, onde fica a cidade de Sydney, Mick Füller, disse que o suspeito possui material que sugere que ele possa ter “ideologias relacionadas ao terrorismo”, mas que não existe ligações aparentes que ele tenha contato com organizações terroristas.

Com o suspeito foram encontrados e apreendidos um telefone celular e um pen drive contendo informações sobre massacres e atos terroristas ocorridos nos Estados Unidos e na Nova Zelândia.

Neste momento chega à redação do Campo Grande Notícias, a informação de que o suspeito foi identificado como sendo Mert Ney, de 21 anos. Ele possui um histórico de transtornos mentais.

Durante a prisão, ele entrou em luta corporal com os policiais e ficou ferido. Antes de ser levado para a Delegacia, ele foi encaminhado a um hospital e foi medicado.

O suspeito será indiciado por agressão e homicídio e deverá ser julgado pelos crimes que cometeu.

Com informações das Agências Reuters e Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo