Sebrae leva empresários do Turismo de MS para jornada de negócios em São Paulo

Expectativa é impactar mais de 500 empresários do setor turístico após visita a cinco municípios do estado vizinho.

Empresários do trade turístico de Mato Grosso do Sul participaram até esta sexta-feira (19) do “Road Show Isto é Mato Grosso do Sul – Edição SP”. Ao todo, cinco cidades de São Paulo serão percorridas pelo grupo: Ribeirão Preto, Campinas, São José dos Campos, a Capital e o ABC Paulista. A iniciativa é uma parceria do Sebrae/MS com a Fundação de Turismo, para mostrar o potencial turístico do Estado.

Durante os cinco dias, os empresários de MS participam de capacitações sobre destinos turísticos, entrega de materiais promocionais, contatos e fechamento de negócios com profissionais do turismo local. O Sebrae reuniu públicos estratégicos em cada município, com a expectativa de impactar cerca de 500 profissionais que atuam no segmento.

Foto: Divulgação

“O Road Show é uma estratégia de jornada de negócios, quando um grupo de empresários vai em busca de novas oportunidades. Todas às vezes que os empresários têm contato com outro trade é possível colocar o produto deles dentro do portfólio do parceiro e a nossa meta é aumentar o número de visitantes em Mato Grosso do Sul”, explica a analista técnica do Sebrae/MS, Anekelly Machado, que acompanha o grupo.

Mais de 110 empresários de Ribeirão Preto participaram do primeiro dia do evento. Para a proprietária da Fazenda San Francisco, que atende a região do Pantanal, Beth Coelho, as expectativas foram superadas. “De todos os Road Shows que participei, esse foi o melhor, é muita gente interessada, Mato Grosso do Sul realmente está entrando em destaque, foi muito profissional todo esse trabalho desenvolvido”, afirma.

O Road Show integra dois projetos de Turismo do Sebrae/MS: Destinos Turísticos Inteligentes (DTI) e o Programa Investe Turismo, lançado no início de julho em Bonito. Neste ano, a grande aposta da instituição de apoio aos pequenos negócios é no setor, que movimenta a economia e toda a cadeia associada, como a gastronomia, a economia criativa e as agroindústrias.

A escolha do Estado vizinho para levar o grupo é estratégica. Conforme o diretor-presidente da Fundação de Turismo, Bruno Wendling, a meta é aumentar o fluxo de turistas vindos de São Paulo, que é o maior mercado emissor de Mato Grosso do Sul. “Nosso intuito com o apoio à comercialização e eventos de negócios é obter resultados em curto e médio prazo, com retorno de vendas e aumento do fluxo de turistas para o destino”, disse.

Programa Investe Turismo

Lançado pelo Sebrae, Ministério do Turismo e Embratur, o Programa Investe Turismo busca aumentar a competividade dos destinos turísticos de Mato Grosso do Sul. São mais de R$ 6 milhões para os pequenos negócios das regiões do Pantanal Sul (Miranda, Aquidauana e Corumbá) e da Serra da Bodoquena (Bonito, Bodoquena e Jardim).

As rotas turísticas selecionadas receberão um pacote de ações organizadas em quatro linhas de trabalho: o fortalecimento da governança, por meio de uma integração entre setor público e privado; a melhoria dos serviços e atrativos turísticos; atração de investimentos e apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento; e marketing e apoio à comercialização, com campanhas, produção de inteligência mercadológica e participação em eventos estratégicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo