Explosão na CSN deixa 20 pessoas feridas em Volta Redonda (RJ)

Um acidente ocorrido na manhã desta quarta-feira (15) na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) em Volta Redonda, no Sul do Rio de Janeiro, deixou pelo menos 20 funcionários feridos. As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas já estão sendo apuradas.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM) do Rio de Janeiro, equipes da corporação, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram mobilizadas e enviadas para o local, que está isolado.

Fotos: WhatsApp/Reprodução

As vias públicas de acesso a empresa foram interditadas e somente viaturas oficiais podem se aproximar. Todo o complexo da CSN foi evacuado e os funcionários estão do lado de foram esperando informações.

Segundo informações da Assessoria da CSN, o acidente aconteceu no Setor de Aciaria, onde o ferro-gusa é convertido em aço. Os funcionários feridos inalaram pó tóxico, e já foram socorridos e encaminhados a hospitais da região.

Testemunhas disseram que houve uma explosão na CSN e que uma densa fumaça saiu da siderúrgica, encobrindo os céus na região. A fumaça pode ser vista da Vila Santa Cecília.

Fotos: WhatsApp/Reprodução

Em nota, a Assessoria da CSN informou que houve uma reação química, e que a mesma causou um deslocamento de ar durante a retirada de escória da panela de aciaria. Os funcionários que trabalhavam no setor inalaram uma grande quantidade de pó

A CSN informa que durante a retirada de escória da panela de aciaria houve uma reação que provocou um deslocamento de ar, acompanhado por emissões fugitivas que duraram poucos minutos. Os colaboradores que estavam no local foram atendidos pela equipe médica da CSN por terem inalado pó e encaminhados preventivamente para atendimento hospitalar. A empresa está prestando toda a assistência aos colaboradores e investigando as causas da ocorrência”, diz a nota da CSN.

Os feridos foram encaminhados para o Hospital das Clínicas de Volta Redonda, onde permanecem internados. O estado de saúde das vítimas não foi divulgado.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo