Fim da linha: Ford Focus não é mais produzido na Argentina

Médio sai de linha sem substituto e sob protesto de operários; versões hatch e sedã têm os dias contados no Brasil

Modelo sai de linha devido às novas diretrizes da Ford no mundo (Divugação)

Modelo sai de linha devido às novas diretrizes da Ford no mundo (Divugação)

Dia 9 de maio: esta é data derradeira em que as últimas unidades do hatch Focus e do sedã Focus Fastback serão produzidas na fábrica de General Pacheco, na Argentina. Depois de 20 anos e três gerações, o médio deixará de ser feito na América do Sul, e a nova geração não será importada. Ou seja, o carro não será mais comercializado no Brasil.

Desde outubro do ano passado, quando anunciou que deixaria de fabricar o Focus, a Ford deu início a um plano de demissões voluntárias. Isso foi lembrado na despedida, feita pelos operários da linha, que divulgaram uma mensagem ao presidente do país, “Obrigado, Macri. Último Ford Focus produzido em 2019. 520 companheiros foram demitidos”. A partir de agora, a fábrica de Pacheco produzirá apenas a picape média Ranger.

Carta dos funcionários protestando contra o governo e às demissões (Reprodução/Internet)

Carta dos funcionários protestando contra o governo e às demissões (Reprodução/Internet)

O encerramento da produção, segundo a Ford, deve-se à queda nas vendas de hatches e sedãs médios, e ao crescimento na procura por SUVs. Tanto que o “utilitário do Focus”, o Escape, é especulado para chegar ao Brasil em 2020.

Por aqui, na fábrica de São Bernardo do Campo, a Ford fechou um acordo coletivo com seus funcionários, que inclui um plano de demissão voluntária. O New Fiesta também sairá de linha até o fim do ano. Existe a possibilidade de a CAOA assumir as operações.

Funcionários juntos a plataforma com o último modelo a ser montado (Reprodução/Internet)

Funcionários juntos a plataforma com o último modelo a ser montado (Reprodução/Internet)

As vendas do Focus continuam por aqui até durarem os estoques. O preço de entrada da versão hatch é de R$ 68.990, enquanto o sedã parte de R$ 74.990.

O novo cenário faz parte do plano de reestruturação da montadora norte-americana, que pretende focar na produção de SUVs e picapes.

Ford Focus Titanium, modelo comercializado apenas na Europa (Foto: divulgação)

Ford Focus Titanium, modelo comercializado apenas na Europa (Foto: divulgação)

Situação contrária na Europa

A nova geração do Focus está atualmente entre os dez carros mais vendidos na Alemanha. Ficou em 3° lugar, atrás do líder invicto Golf e do Tiguan. Aliás, é o único carro de uma montadora não-alemã no “top 10”. Vale lembrar que o novo Focus não virá ao Brasil e será comercializado somente na Europa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo