Jovem de 18 anos é preso em Campo Grande (MS) após assaltar motorista de aplicativo

Depac no Centro de Campo Grande (MS) – Foto: Álvaro Barbosa/Arquivo

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul divulgou na manhã desta quinta-feira (18), a informação de que policiais da corporação conseguiram prender em flagrante no Bairro Jardim Petrópolis, em Campo Grande, capital do Estado, um jovem de 18 anos, acusado de assaltar um motorista de aplicativo.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM), a prisão do suspeito aconteceu na noite desta quarta-feira (17), por volta das 22h45min (horário de MS), na Avenida Júlio Dittmar.

Segundo os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), os quais foram repassados à imprensa, o assalto começou quando o motorista do aplicativo foi atender a uma solicitação de corrida.

O motorista se dirigiu para o endereço do cliente, na Rua Felipe Balbuena, no Bairro Zé Pereira. O suposto passageiro, identificado como sendo Pablo Guimarães da Silva, entrou no veículo e solicitou ao motorista, de 36 anos, que o levasse para a Rua Guaranis, no Bairro Jardim Petrópolis.

Durante o trajeto, o suspeito colocou a mão dentro de uma mochila e disse que estava armado, exigindo da vítima que entregasse todo o dinheiro e o aparelho de telefone celular.

O motorista do aplicativo pediu que ele deixasse o celular e entregou todo o dinheiro que havia na carteira, cerca de R$ 271,00. Após o assalto, o suspeito continuou dentro do carro.

Assustado, o motorista decidiu conduzir o veículo em zigue-zague, na tentativa de chamar a atenção da polícia. O carro foi parado por uma equipe da Polícia Militar.

A vítima disse que estava sendo assaltado pelo jovem, que foi preso em flagrante. O suspeito assumiu o crime e foi encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro, onde todas as providências cabíveis foram tomadas.

Na delegacia, Pablo Guimarães da Silva disse aos policiais que precisava do dinheiro para pagar uma dívida de drogas.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo