Fertel reúne representantes de canais abertos visando a novas tecnologias

Reunião discutiu adoção de sistema que permita otimizar custos de operação e ampliar alcance do sinal de emissoras no interior de MS.

A inovação e a adoção de novas tecnologias para canais de TV aberta na expansão e interiorização de seus sinais, com otimização de custos entre as emissoras, foram discutidas nesta terça-feira (19) no auditório da Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul). O encontro reuniu representantes operacionais e dirigentes do SBT-MS, TVI/Guanandi, TVE Cultura, TV MS Record e TV Morena e da Claro/Embratel.

O debate envolveu a cooperação visando a otimização de custos operacionais e a expansão dos sinais das TV abertas no interior de Mato Grosso do Sul. A ideia de otimização envolve a adoção de novas tecnologias que resultam em uma menor estrutura de funcionamento –o que, no caso da TVE Cultura, reverte-se também em economia no orçamento.

Bosco Martins fala a participantes de reunião sobre necessidade de otimização de recursos e despesas. – Fotos: Maurício Borges

Representantes das principais emissoras privadas participaram de apresentação feita por Daniel Gazola Rennó, representante Screen Brasil, que trouxe detalhes sobre o sistema desenvolvido pela empresa para reunir, em uma única estrutura, equipamentos de recepção e transmissão de sinal de até seis TVs. A tecnologia havia sido apresentada na SET Expo 2018 –feira anual que acontece em São Paulo e reúne mostra de tecnologias para o setor de mídia e comunicações–, como explicou o diretor-presidente da Fertel e presidente do Fórum Nacional de Emissoras Públicas de Rádio e Televisão, Bosco Martins.

“Dentro do projeto Janelas da Inovação, pelo qual buscamos a modernização da Fertel, buscamos alternativas que resultem em um custo de operação menor e uma melhor prestação de serviços à população, objetivos estes seguidos em toda a administração estadual por determinação do governador Reinaldo Azambuja e acompanhamento do secretário Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica, ao qual a Fertel é subordinada)”, disse Bosco, emendando que o equipamento da Screen Brasil surge como opção nesse sentido.

Pelo sistema, um dos que são avaliados por emissoras de todo o país para redução de despesas, as diferentes estruturas mantidas para retransmissão do sinal dariam lugar a uma única em cada município de alcance do sinal, com capacidade para até seis “canais”, envolvendo desde cabeamentos até a antena. A promessa, ainda, é de redução de custos com eletricidade, tanto pelo consumo menor como pela menor necessidade de refrigeração.

Daniel Rennó apresenta sistema que unifica centrais de recepção de sinal – Fotos: Maurício Borges

Detalhes técnicos sobre o funcionamento do sistema foram esclarecidos a representantes das emissoras presentes. Bosco, por sua vez, reforçou que o debate envolve uma questão nacional na qual as empresas de comunicação têm de se reinventar, diante do advento de novas tecnologias e concorrências.

“Não se trata exclusivamente de uma questão de poder público. Com a internet e serviços como o streaming, a TV convencional precisa buscar alternativas que reforcem seu papel relevante como meios de comunicação popular. Isso vai além de melhorias na programação, mas envolve o custo de operações. Essa economia ainda gera alguma resistência em setores como o operacional, porém, confiamos que logo será percebida a necessidade urgente deste debate”, salientou.

Participaram da reunião, além de Bosco Martins, Cezar Ortiz, Laucídio Melo Nogueira e Alexandre Marcos Rocha dos Santos Silva, pela TVE Cultura; Daniel Rennó, da Screen; Gilberto Fagundes, representando a TV Morena; Leopoldo da Silva e Manoel Estevão Neto, do SBT-MS, ao lado de Maurício Andreoli, diretor executivo da emissora; e Jayme Egídio, da TVI/Bandeirantes. Foi acertado um segundo encontro, em breve, para avançar nos debates sobre unificação dos trabalhos de campo das empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo