Tom Toledo conta sobre o desafio de criar a comunicação visual do Oi Hang Loose Pro Contest em seu retorno à Fernando de Noronha

Gerente de marketing e diretor de criação da Hang Loose há 15 anos, o designer gráfico Tom Toledo teve um desafio e tanto para criar toda a comunicação visual do Oi Hang Loose Pro Contest, em seu retorno à ilha de Fernando de Noronha. A proposta – bem executada – foi reunir elementos que remetessem justamente às belezas e qualidades da ilha, considerada um paraíso, com a integração da tradição do evento e sua volta ao arquipélago, bem como a cultura local.

Foi seu décimo segundo trabalho direto com o evento, o décimo em Noronha, e o sentimento é de total realização e satisfação, diante de todas as dificuldades e desafios enfrentados para a conclusão do trabalho. “Sempre é difícil, mas Noronha é um desafio à parte, porque tem muitos pré-requisitos a serem preenchidos”, ressalta.

Tom Toledo – Foto: Fábio Maradei

“Tem de ter uma sensibilidade na hora de criar toda a comunicação, porque está ali disputando com um lugar maravilhoso, então tem de tomar cuidado para não atrapalhar essa beleza natural. É preciso estar integrado com a história e seguir um monte de normas em relação ao meio ambiente”, reforça Tom, lembrando o ICMBio, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, do Ministério do Meio Ambiente.

Tom lembra que é preciso pensar em todo o ecossistema local e a logística também é muito complexa. “Exige uma antecipação do evento, uma pré-produção muito forte, que tem de ser bem exata, porque se esquecer um parafuso, não tem o que fazer”, exemplifica.

Ele conta que conseguiu realizar o planejado na comunicação visual, trazendo a parte contemporânea que o surf está vivendo, com a integração com a tradição com a cultura local. “Foi aí que tive a ideia de resgatar os elementos, os grafismos do J Borges, o principal artista pernambucano”, argumenta o gerente de marketing da Hang Loose, sobre as gravuras nas molduras de toda a estrutura e que integram o logotipo. “Usamos todos elementos endêmicos daqui de Noronha, que ele havia usado na edição 2008, até pelo retorno do campeonato”, explica.

Tom Toledo – Foto: Fábio Maradei

“A escolha da foto do cartaz também foi bem criteriosa e defini um fotógrafo pernambucano, o Renato Tinoco, que tem uma relação bem legal aqui com a ilha, com uma imagem de um dia épico quebrando atrás da laje, gigante. Isso é Noronha, que também é reconhecida pela qualidade das ondas internacionais e a galera brinca ser o Havaí brasileiro”, reforça.

Designer gráfico, ele revela que teve um sentimento especial em produzir os troféus. “É uma das peças que encaro com maior compromisso, porque simboliza o prêmio de uma conquista, e que faço com carinho, pensando em ser agradável, que acrescente na vida da pessoa”, diz Tom Toledo.

“Fiz os troféus, em parceria com um amigo, o Salatiel, um marceneiro de primeira qualidade, que só trabalha com material de demolição. Vi tudo que era retalho de madeira que poderia usar. Eram madeiras que estavam indo para o descarte. E demos uma nova definição, tudo a ver com o conceito. Madeiras nobres e reaproveitadas”, manifesta o responsável pela comunicação visual do evento.

Troféu OI Hang Loose Pro – Foto: Fábio Maradei

Agora, na praia, com tudo pronto, o sentimento de dever cumprido se mistura com outras sensações. “Primeiro de realização de ver o quão duro você trabalhou, pela história e que o evento está acontecendo. Segundo é ver todo o pessoal trabalhando, desde o staff, jornalistas e atletas valorizando tudo o que foi feito e curtindo junto, porque o campeonato é um motivo para estarmos aqui celebrando o surf num lugar tão paradisíaco e acho que essa vibe é homogênea para todo mundo, desde atletas até quem está nos bastidores, fazendo acontecer”, conclui.

Com atletas de 20 países, incluindo o atual bicampeão mundial Gabriel Medina, o Oi Hang Loose Pro Contest, QS 6000, distribui US$ 130 mil em premiação, com US$ 25 mil ao vencedor e está sendo disputado na Praia da Cacimba do Padre até domingo (25), com transmissão ao vivo pela internet, no link http://www.worldsurfleague.com/events/2019/mqs/2945/oi-hang-loose-pro-contest. O Oi Hang Loose Pro Contest é uma realização da World Surf League (WSL) com patrocínio naming rights da Oi, através da Lei de Incentivo ao Esporte, do Governo de Pernambuco. Copatrocínio da 51 Ice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo