Prefeitos de MS se reúnem no Tribunal de Contas

Prefeitos do Cointa se reúnem no Tribunal de Contas e tratam questões relacionadas a destinação do lixo produzido em seus municípios.

O Prefeito de Rio Verde de MT-MS, Mário Alberto Kruger, esteve em reunião nesta segunda-feira (29/01/2019), com o Presidente do Tribunal de Contas, Iran Coelho das Neves, juntamente com o Ministério Público Estadual através do promotor Luciano Loubet.

Na reunião, foi discutido a colocação do prefeito da capital, Marcos Trad, para recomendação do Tribunal de Contas e do Ministério Público, para ele atender à solicitação de redução da taxa para os municípios do COINTA (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia Hidrográfica do Rio Taquari).

Foto: Paulo Sérgio/Divulgação

O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, Iran Coelho das Neves, confirmou que vai encaminhar para prefeitura de Campo Grande, a recomendação para a redução dos custos da taxa, para que os municípios do COINTA, possam colocar o lixo produzido em seus municípios no aterro sanitário da capital.

O Presidente do Consórcio e Prefeito de Rio Verde de MT, Mário Alberto Kruger, que representou os municípios, saiu muito satisfeito da reunião e fez questão de agradecer ao Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Jérson Domingos, que acompanhou a questão desde o início e se empenhou, junto com o engenheiro ambiental Fernando Bernardes para fazer um estudo e levantamento sobre o tema proposto.

O Prefeito Mário ainda agradeceu o ex-presidente do Tribunal de Contas, Valdir Neves, o atual presidente, Iran Coelho das Neves, ao Prefeito de Campo Grande, Marcos Trad e ao Promotor do Ministério Público Estadual, Luciano Loubet, pelo entendimento nas questões relacionadas aos resíduos sólidos dos municípios do consórcio. “Também participaram da reunião os prefeitos de Bandeirantes, Álvaro Urt e de Figueirão Rogério Rosalin. Aos demais prefeitos do Cointa que não puderam participar, nossos agradecimentos pela confiança em poder representá-los”, concluiu Mário Kruger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo