No dia do músico, MC Sara diz que funk é sim música e comemora

A funkeira MC Sara comemora o dia do músico e rebate o preconceito em favor da sua arte e da liberdade de expressão

MC Sara – Foto: MF Press Global

Em 22 de novembro comemora-se o dia do músico, e para celebrar a data vários artistas postaram em suas redes sociais homenagens.

A funkeira MC Sara, conhecida pelo hit “Saudade do meu ex”, declarou que a data é uma oportunidade também para rebater o preconceito e reafirmar a sua arte: “infelizmente, alguns ainda tem preconceito com o funk e dizem que não é cultura, que não se qualifica como música. Isso é fruto de desinformação ou mero recalque porque o funk atinge a massa como poucos gêneros conseguem”, afirma.

Para a MC, que está ganhando o Brasil com sua arte, o funk representa uma nova música popular brasileira, e dá voz àqueles que não se sentem representados: “o gênero musical que eu represento é o que mais se aproxima das pessoas. É um ritmo alegre, dançante, divertido, e que fala tanto das dificuldades da comunidade quanto de temas mais leves como a arte da conquista”.

Apesar disso, a funkeira acredita que as barreiras do preconceito estão caindo e o funk a cada dia alcança maior reconhecimento: “o funk é um ritmo que consegue alcançar desde a comunidade até o high society. Antes marginalizado e restrito aos bailes de favela, hoje toca nas festas da alta sociedade e é apreciado. Mas até que essa barreira caia, continuarei representando a minha comunidade, e lutando por igualdade e reconhecimento para a arte que vem da periferia”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo