Destaque entre artistas LGBTs, Luky Lk quer mais união entre os gays

"Em tempos de intolerância, precisamos estar mais unidos do que nunca", diz o cantor assumidamente gay.

Foto: Divulgação / Black Comunicação

Nas últimas semanas, o Brasil vive uma escalada de violência contra LGBTs.  Gay assumido, o cantor Luky Lk não foi vítima da intolerância, mas acredita que a união pode fazer a diferença na luta contra LGBTfobia.

“Em tempos de intolerância, precisamos estar mais unidos do que nunca. Há uma situação epidêmica de preconceito. Por isso, é importante estarmos juntos nesta luta. Não podemos nos dispersar”, fala o artista.

Nascido no Rio de janeiro, o cantor Luky Lk vem se destacando entre os artistas LGBT como um dos poucos gays assumidos da nova geração que não faz shows como drag queen – ele permanece com sua aparência masculina.

Ex- DJ da cena eletrônica, Luky Lk também é compositor desde os 12 anos. Com mais de 15 anos de carreira, atendia por outro nome artístico. Em 2008 e 2011, ficou entre os artistas mais baixados em sites de músicas independente em diversos países. A troca de nome se deu por sugestão do produtor Batutinha, responsável por lançar artistas como Anitta, Naldo Benny e Valesca, e pela produção da música “De Sainha”, sucesso da funkeira carioca em 2014.

Luky Lk lançou o vídeo clipe do single “Beija Minha Boca”, onde o cantor esbanjou muita sensualidade e dança com um grupo de bailarinos. Entre dançarinos héteros e gays, houve espaço para muito ‘close’. A música ganhou uma versão remix voltada às boates gays, feita pelo DJ Darlan Borges.

Recentemente, ele lançou a música pop “Contatinho” e prepara o seu novo vídeo clipe. Luky Lk também fez seu primeiro feat internacional a convite do cantor espanhol John Andrade na música “Solo Besame”, que será lançado em um vídeo lyric em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo