Plataforma facilita acesso e entendimento de ações judiciais no Centro-Oeste do Brasil

Cidadãos e pequenas empresas dos quatro estados já utilizam a tecnologia da ferramenta SEUPROCESSO para acompanhar ações e interpretar o "juridiquês".

Foto: Divulgação

De acordo com dados do levantamento Justiça em Números, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os Tribunais de Justiça dos estados do Centro-Oeste contabilizaram mais de 6 milhões de processos tramitados em 2017. No período, foram ingressadas quase 2 milhões de novas ações, o que corresponde a 1,4 mil processos por juiz que atua nas quatro regiões. Na média nacional, o tempo de espera para uma solução é de 4 anos e 4 meses. Um período de ansiedade, marcado pela burocracia, mas que a tecnologia tem ajudado a aplacar.

As LawTechs, startups voltadas para o mercado jurídico, chegaram para ressignificar a relação de cidadãos e empresas com o sistema jurídico brasileiro através de ferramentas digitais que complementam o trabalho dos profissionais advogados. A TIKAL TECH, empresa especializada em tecnologia para o setor jurídico, é um exemplo com o SEUPROCESSO, sistema que permite, com poucos cliques, a identificação, organização e acompanhamento de ações na justiça.

A solução faz bastante sentido na região, que soma 6.123.351 milhões de processos entre casos novos e pendentes (CNJ). Mais de dois milhões destes só no estado de Goiás. Em comum às pessoas físicas e pequenas empresas envolvidas, a necessidade de não só acompanhar o trâmite das ações, mas, muitas vezes, de decifrar os termos jurídicos. Justamente o que a ferramenta entrega, de forma muito simples e prática, para mais de 300 mil usuários em todo o Brasil, sendo mais de 5 mil do Centro-Oeste.

“Existe sempre uma ansiedade muito grande das partes por notícias. Pensamos em um sistema que ajudasse os advogados a manter seus clientes atualizados. E que estes clientes, por sua vez, tivessem maior controle das informações. Uma automação que traz uma economia importante de tempo e energia para os dois lados”, comenta Derek Oedenkoven, CEO da TIkal Tech.

A dinâmica da plataforma é muito simples. O usuário digita o número do seu processo na justiça e pronto. Mas muitas pessoas não conhecem esse número então o próprio sistema ajuda a encontrar o caso utilizando o nome das partes, dos advogados e outras informações. Isso pode ser feito através do site (www.seuprocesso.com) ou através de um chatbot que usa o Messenger do Facebook (http://m.me/seuprocesso) para direcionar a busca. Identificado o processo, todas as informações relacionadas ficam organizadas em um histórico. A cada atualização, o usuário é imediatamente avisado por e-mail.

E para a grande maioria que não entende o chamado “juridiquês”, o botão “pergunte ao advogado” abre um canal onde um profissional responde às dúvidas sobre as publicações. “Este é um recurso importante não só por traduzir os termos técnicos, mas por possibilitar tomadas de decisão mais rápidas ou o adiantamento de informações, influenciando, obviamente, na celeridade do processo”, completa Derek.

Outro ponto de destaque é a possibilidade de o interessado solicitar uma cópia integral dos autos. “Cada processo tem um fluxo, mas o volume de documentos é sempre grande. Ter acesso e guardá-lo faz todo sentido e toda diferença, principalmente quando há muitas partes envolvidas”, finaliza o CEO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo