Jovem de 22 anos é preso após pichar estátua em frente ao Museu Nacional no RJ

A Guarda Civil Municipal do Rio de Janeiro (GCMRJ) divulgou na tarde desta terça-feira (11/09), a informação de que guardas da corporação detiveram na manhã de hoje, em frente ao Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, um jovem de 22 anos, que estava pichando a estátua de Dom Pedro II, que fica localizada em frente à sede do museu, que foi totalmente destruído por um incêndio no domingo (02/09).

De acordo com informações da Assessoria de Imprensa da GCMRJ, o rapaz foi detido quando escrevia a palavra ‘Deus’, tendo ele conseguido apenas escrever duas letras ‘De’.

Foto: WhatsApp/Divulgação

O suspeito pulou a grade de proteção que isola o monumento e com tinta branca começou a escrever e a pichar o monumento, quando foi avistado pelos guardas civis que o prenderam em flagrante.

Diante das fortes evidências, os guardas detiveram o rapaz, identificado pelas iniciais A. M. D., de 22 anos, e o encaminharam para a 17ª Delegacia de Polícia em São Cristóvão, onde foi autuado.

Com o rapaz foi encontrada e apreendia uma mochila, onde continha latas de spray de diversas cores, uma bíblia, livros sobre religiões e um cartaz feito à mão com os dizeres: “Vanos pintar um novo Brasil?””.

Segundo os guardas municipais que efetuaram a prisão, o rapaz estava desorientado e bastante agitado, tendo disso necessário contê-lo a força e algemá-lo.

Com informações da Assessoria de Imprensa da GCMRJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo