Soldado da PM é preso próximo à fronteira, suspeito de contrabando

A prisão aconteceu em Mato Grosso do Sul, próximo à fronteira entre Brasil e Paraguai

Um soldado da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul foi detido em flagrante na tarde deste domingo (1º de julho) na Rodovia MS-207, próximo a Itahum, Região de Ponta Porã, a 298 km de distância de Campo Grande, capital do Estado, transportando aparelhos eletrônicos, sem nota fiscal, em um veículo de passeio.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a prisão do policial militar e as apreensões das mercadorias e do veículo aconteceram durante uma fiscalização de rotina realizada por policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF). O Comando Geral da Polícia Militar (CGPM) foi comunicada oficialmente sobre o ocorrido.

Foto: DOF/MS – Divulgação

Segundo os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), os quais foram repassados à imprensa, os policiais do DOF faziam uma blitz na rodovia quando avistaram um veículo modelo Volkswagen Voyage trafegando por uma das pistas, e sinalizaram para que o condutor reduzisse a velocidade e parasse o carro.

Durante a abordagem, os policiais checaram os documentos do condutor e os do veículo, e constataram que os mesmos estavam aparentemente em ordem. No entanto, eles desconfiaram do suspeito, que se mostrou excessivamente nervoso.

Policiais do DOF desconfiaram que ele pudesse estar ‘trabalhando’ de batedor para contrabandistas, e decidiram percorrer a rodovia.

Durante as buscas, os policiais localizaram outro veículo, sendo este modelo Toyota Corolla, que estava sendo conduzido por um policial militar de 30 anos. Dentro do carro foram encontrados e apreendidos vários aparelhos eletrônicos sem nota fiscal, caracterizando contrabando.

Foram apreendidos 30 PlaySatation, 30 consoles, entre outros equipamentos. Com ele também foi encontrado e apreendido uma pistola calibre 40, juntamente com um carregador e 15 munições do mesmo calibre.

Em depoimento, o suspeito disse ser policial militar e que havia sido ‘contratado’ para fazer o transporte do contrabando. A Carteira de Identidade Funcional do soldado também foi apreendida.

Os suspeitos, juntamente com os veículos, os produtos e a arma foram encaminhados para o Batalhão Rodoviário de Campo Grande. O policial militar foi levado para a sede da Polícia Federal em Dourados.

Com informações da Assessoria de Comunicação da SEJUSP/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo