PRF apreende contrabando de cigarros na BR-163, próximo a Rio Verde (MS)

Foto: PRF/MS – Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso do Sul divulgou na manhã desta quinta-feira (22/02), a informação de que policiais da corporação conseguiram apreender na Rodovia BR-163, nas proximidades do município de Rio Verde do Mato Grosso, a 202 km de distância de Campo Grande, capital do Estado, cerca de 1,5 milhões de maços de cigarros, que estavam sendo transportados em um caminhão e uma carreta.

Um dos motoristas, um homem de 32 anos, foi preso em flagrante, enquanto que o outro conseguiu fugir, embrenhado na mata fechada existente as margens da rodovia.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da PRF/MS, o flagrante aconteceu na madrugada de quarta-feira (21/02), por volta das 01h35min (horário de MS), durante uma fiscalização de rotina.

Segundo os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), os quais foram repassados à imprensa, os policiais faziam uma blitz na rodovia quando avistaram um caminhão e uma carreta trafegando por uma das pistas, e sinalizaram para que os condutores parassem os respectivos veículos.

Durante a abordagem, os policiais checaram os documentos dos condutores e os dos veículos e constataram que estavam aparentemente em ordem. No entanto, eles desconfiaram da atitude de um dos rapazes, que se mostrou excessivamente nervoso, e decidiram vistoriar as carrocerias dos dois veículos.

Os motoristas foram convidados a descer dos veículos e a esperarem ao lado da viatura policial, junto com um agente da PRF. Um dos condutores, no entanto, correu em direção a vegetação existente as margens da rodovia e fugiu, não sendo mais encontrado, apesar das buscas realizadas na região.

Nas carrocerias dos dois veículos os policiais rodoviários federais encontraram e apreenderam caixas contendo pacotes de cigarros de diversas marcas.

Em depoimento, o motorista de 32 anos disse não possuir nota fiscal e/ou documentação que comprovasse a origem lícita da mercadoria, ficando caracterizado o contrabando.

Três carros de passeio que seguiam pela mesma rodovia também foram parados na blitz e os motoristas foram detidos, porque estavam servindo de ‘batedores’, ou seja, deveriam avisar os motoristas do caminhão e da carreta caso houvesse blitz policial na rodovia.

Os quatro suspeitos presos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Campo Grande, para onde também foram levados os veículos e as caixas de cigarros.

Calcula-se que as caixas contendo 1,5 milhões de maços de cigarros custem cerca de R$ 5,2 milhões.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PRF/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo