Criminosos fortemente armados explodem 3 agências bancárias no Tocantins

Agência do Banco do Brasil em Xambioá (TO), alvo dos assaltantes na madrugada deste sábado (04/11) – Foto: Divulgação

A Polícia Militar do Tocantins divulgou na manhã deste sábado (04/11), a informação de que policiais da corporação foram acionados para atender a ocorrência de assaltos a agências bancárias no município de Xambioá, a 413 km de distância de Palmas, capital do Estado.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM), os assaltos aconteceram entre a noite de sexta-feira (03/11) e a madrugada de hoje, entre as 23h e às 01h35min (horários de Brasília), tendo os suspeitos, cerca de 12 homens, chegado aos respectivos locais em carros e motocicletas.

Os suspeitos se dividiram em dois grupos, tendo o primeiro se dirigido a uma agência bancária e o outro a dois bancos.

Testemunhas disseram que antes de atacarem as agências bancárias, os suspeitos fizeram como reféns jovens que estavam na orla da cidade. Todas as vítimas foram obrigadas a entrarem nos carros e a seguirem com eles para os respectivos alvos.

Segundo a Polícia Militar, o objetivo dos suspeitos era o de fazer os reféns como escudo humano, para impedir que fossem atacados pelos policiais civis e militares.

Os suspeitos estavam encapuzados e fortemente armados e assaltaram primeiramente uma agência do Banco do Brasil, a qual foi explodida. Vários caixas eletrônicos, foram danificados, assim como as portas de vidro e as paredes do estabelecimento.

Após o roubo, os criminosos fugiram rapidamente do local, levando consigo todo o dinheiro dos caixas eletrônicos.

O segundo grupo de assaltantes atacou as agências do Banco Bradesco e do Banco da Amazônia. Os caixas eletrônicos dos dois estabelecimentos bancários também foram explodidos, mas nada foi roubado.

Um grupo de suspeitos fugiu pela Rodovia BR-153 e o outro pela Rodovia TO-164. Buscas estão sendo realizadas em toda a região, mas até o momento ninguém foi identificado localizado e/ou preso.

Os reféns foram libertados em uma estrada secundária e segundo as autoridades policiais, ninguém ficou ferido.

Durante a fuga, um dos carros utilizado pelos suspeitos foi abandonado às margens do Rio Araguaia. Acredita-se que eles tenham usado um barco para continuar a fuga em direção a São Geraldo (PA).

As polícias do Tocantins e do Pará estão trabalhando em conjunto para tentar localizar e prender os suspeitos.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/TO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo