Período de chuvas já começou e a ameaça de dengue também

Vacinação auxilia na prevenção

O período de chuvas já começou e o risco de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, principal transmissor da dengue, também. Por isso, os cuidados devem ser redobrados.

O Brasil é o país responsável pelo maior número de casos de dengue no mundo. 2016 teve 1,5 milhão de casos e foi o segundo ano com maior número de registros de dengue na história, atrás apenas de 2015, que teve 1,6 milhão de ocorrências.

Mas além da limpeza e não deixar água acumulada, é possível se vacinar contra a dengue. Segundo o Dr. Alberto Jorge Félix Costa CRM-MS 1266, médico e diretor técnico responsável da Imunitá Centro de Imunização, a clínica já possui doses das vacinas. “A Imunização contra a dengue é muito importante, pois reduz drasticamente os casos graves da doença e também o número de internações”, explica.

A dengue é uma doença séria e quase metade da população mundial vive atualmente em áreas endêmicas.

A Dengvaxia – primeira vacina contra dengue 1,2,3 e 4 (recombinante e atenuada) atende:

  • Homens e Mulheres com idade de 9 a 45 anos, mas não poderá ser administrada em gestantes e lactantes
  • Protegerá contra os quatro sorotipos da dengue
  • 93% de redução de casos graves da doença
  • 81% de redução de hospitalizações
  • 66% de redução de casos de dengue
  • Eficácia comprovada contra os 4 sorotipos

Doses da vacina: Serão três doses com intervalo de seis meses entre elas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo