Disputado, Concurso de Milho Safrinha de Rio Brilhante tem participação de mais de 150 agricultores

Foto: Divulgação

O Sindicato Rural de Rio Brilhante promoveu uma noite de confraternização, nesse sábado (29), para a entrega dos prêmios aos produtores rurais e revendas de sementes que participaram do 6º concurso de Milho Safrinha. A iniciativa, idealizada com objetivo de homenagear os agricultores e demonstrar o potencial agrícola da região, contou com a participação de nove municípios e 159 concorrentes.

O presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, prestigiou o evento e destacou a mobilização feita pela entidade frente à população do município.

“O trabalho que o sindicato rural tem realizado, em parceria com o Sistema Famasul, poder público e empresas locais, cresce a cada ano e se fortalece nos serviços de qualidade que oferece à população, que são conferidos nos números dos cursos de qualificação profissional e das ações sociais, como o Centro de Equoterapia, ampliado recentemente”, observou.

Saito pontuou, ainda, que o desempenho do setor agropecuário na região é reflexo dos fatores que impulsionaram o crescimento observado em todo Estado. “A busca pelo conhecimento, a pesquisa da comunidade científica e a transferência de tecnologias resultaram em produções que aumentam a cada ciclo, como é o caso do milho. A estimativa para esta safra é de que a produção supere 9 milhões de toneladas”, acrescentou o presidente.

Segundo o presidente do sindicato, Luciano Cargnin Manfig, o concurso, que é patenteado pela entidade desde 2012, tem aumentado a cada edição por conta do apoio recebido pelas entidades parceiras e do esforço conjunto de toda a equipe. “A trajetória desse evento é marcada pela união de todos os envolvidos e nosso objetivo é valorizar o produtor rural que trabalha incansavelmente, mesmo com as incertezas que acometem a lavoura a cada ciclo”, detalhou.

História do Concurso – Volnete Inês Matos é membro da diretora e há uma década se dedica ao trabalho sindical. Já foi presidente, diretora-secretária e atualmente é 2ª tesoureira da atual gestão. Ela conta que desde o lançamento, a iniciativa obteve êxito e aproximou os produtores do sindicato. “A ideia começou em um almoço beneficente e, em poucos dias, organizamos tudo para que o evento tivesse total transparência”, explica.

É importante destacar que o critério de participação é que cada produtor inscrito concorra com apenas uma espiga escolhida no pé, recolhida e avaliada por um grupo de especialistas formados por técnicos, empresas e representantes do sindicato rural.

Outro diferencial da análise fica por conta da pesagem final, informa Volnete. “A peça é colhida, pesada, debulhada, classificada e conta o peso total dos grãos. Recentemente, as revendas do setor aderiram ao evento e também mobilizam participantes, sendo reconhecidas durante a premiação”, complementa.

Na avaliação do vice-prefeito, Márcio Beloni, a iniciativa é importante por fortalecer o setor responsável pelo desenvolvimento regional e nacional. “O evento é uma oportunidade de dividir os conhecimentos entre os produtores e consolidar a atividade rural. Nós agradecemos a todos os produtores rurais pelo belo trabalho que têm feito em Mato Grosso do Sul”, concluiu.

Participaram do evento, a diretora-secretária do Sistema Famasul, Terezinha Cândido de Souza; o presidente do Sindicato Rural de Douradina, Cláudio Pradella; a diretoria do Sindicato Rural de Rio Brilhante, além de autoridades do Poder Executivo e Legislativo municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo