Ação ostensiva do 4º BPM prende cinco foragidos em menos de 24h

Waldomiro Centurião, tenente-coronel da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul – Foto: Divulgação

Ponta Porã (MS) – Policiais militares do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) de Ponta Porã, prenderam cinco foragidos da justiça em apenas um dia. A primeira prisão ocorreu por volta da 00h30min dessa quarta-feira (26), quando uma equipe da PM, que realizava policiamento preventivo no Distrito de Sanga Puitã, foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica. No local os policiais constataram após checagem via CIOPS (Centro Integrado de Operações de Segurança) que o autor de 40 anos possuía mandado de prisão em seu desfavor. Ele recebeu voz de prisão.

A segunda ação ocorreu por volta das 8h15min, quando a PM, ao tentar abordar dois indivíduos que ocupavam uma motocicleta estrangeira, a dupla tentou empreender fuga para o país vizinho Paraguai, porém sem sucesso. Um dos elementos era foragido do Sistema Prisional.

A terceira ocorrência foi registrada por volta das 11h30min, durante abordagem a um cidadão de 21 anos, que primeiramente se identificou utilizando o nome de seu irmão, porém após breve entrevista e nova checagem via INFOSEG foi contatado que possuía em seu desfavor um mandado de prisão em aberto no Estado do Paraná-PR por roubo.

A quarta prisão ocorreu por volta das 16h30min, na região do bairro Renô. Ao efetuar abordagem de um indivíduo de 41 anos que transitava em uma motocicleta estrangeira, foi constatado, após consulta ao CIOPS, que o mesmo era foragido da justiça.

O quinto elemento foi preso quando tentava furtar uma motocicleta na região central de Ponta Porã. A Policial Militar foi acionada realizou a prisão em flagrante de um jovem de 25 anos que havia sido contido por populares. Foi constado que o mesmo era foragido da justiça.

“Servir e proteger é o nosso lema”, comentou o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar de Ponta Porã, tenente-coronel Waldomiro Centurião (foto), cumprimentando os policiais militares pelo sucesso das ofensivas contra o crime na região de fronteira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo