Em nota, ex-governador se defende das acusações de delator da Lava-Jato

André Puccinelli, ex-governador de Mato Grosso do Sul – Foto: Arquivo Pessoal

Sobre notícias de doação de campanha envolvendo seu nome, o ex-governador André Puccinelli disse, em nota, o seguinte:

1 – O governo do estado negociou com o ACOMPANHAMENTO da PGE (Procuradoria Geral do Estado) uma dívida do governo do PT de 79 milhões por 24 milhões em cinco parcelas fixas e mensais.

2 – Eu não pedi qualquer vantagem pessoal mesmo porque, tendo exigido junto com a PGE (SETENTA POR CENTO DE DESCONTO), seria inverossímil acreditar que contribuíssem para minha campanha.

3 – Estou à disposição da justiça, como sempre estive, e sou político que sempre abriu mão dos sigilos bancário e fiscal desde o primeiro mandato eletivo, até hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo