Cerca de 140 imigrantes desaparecem no Mar Mediterrâneo

Foto: Yannis Behrakis/Reuters

Uma embarcação com imigrantes a bordo naufragou nesta terça-feira (28/03) no Mar Mediterrâneo. Um jovem gambiano foi resgatado com vida, mas 146 pessoas permanecem desparecidas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, a embarcação saiu da Líbia com destino a Itália, mas uma forte onda fez com que o barco virasse e naufragasse.

Um navio militar espanhol que patrulhava a área em uma operação de combate ao tráfico humano resgatou o jovem gambiano. Ele foi socorrido e levado a um hospital em Lampedusa, na Itália.

A Agência da ONU para os Refugiados (ACNUR), informou que a embarcação deixou o Porto de Sabrata, no Noroeste da Líbia, entre a noite de domingo (26/03) e a madrugada de segunda-feira (27/03), e que teria naufragado nas proximidades da Ilha de Lampedusa, que fica localizada próximo ao litoral africano.

Segundo informações da ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF), no último fim de semana navios de ajuda humanitária conseguiram resgatar de uma no Mar Mediterrâneo cerca de 1.200 imigrantes, que estavam a bordo de vários barcos pequenos e lotados. Em único barco de madeira pequeno viajavam cerca de 412 pessoas.

Em 2016, equipes de resgate da Guarda Costeira Italiana e navios de ajuda humanitária resgataram do Mar Mediterrâneo quase 22 mil imigrantes, a maioria oriunda do Continente Africano. Cerca de 520 pessoas morreram afogadas durante a travessia.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo