PMA apreende 513 kg de pescado e prende 19 infratores em MS

Pescado apreendido por policiais ambientais em Batayporã (MS) – Foto: PMA/MS - Divulgação

Pescado apreendido por policiais ambientais em Batayporã (MS) – Foto: PMA/MS – Divulgação

A Polícia Militar Ambiental (PMA) em Mato Grosso do Sul divulgou na tarde desta segunda-feira (05/11), a informação de que policiais da corporação conseguiram apreender nos rios do Estado, cerca de 513 quilos de pescado, durante o primeiro mês de Piracema. Ao todo, foram detidos 19 infratores e aplicados R$ 38,3 mil em multas.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS, as operações ocorreram em todo o Estado, tendo os números apresentados representados o dobro em comparação ao mesmo período de 2015, quando foram presas 9 pessoas e apreendidos 228 quilos de peixes.

Na operação realizada neste fim de semana, os policiais apreenderam petrechos proibidos, como redes e varas de pesca, além de barracas, barcos e motores de popa.

O município onde ocorreu o maior número de infrações foi Coxim, onde foram apreendidos 274 quilos de pescado de diversas espécies. Já a cidade de Selvíria foi onde ocorreu o maior número de prisões.

Todos os detidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de cada município, onde foram autuados. Após o pagamento de fianças, todos foram liberados, mas permanecerão a disposição da Justiça.

Todos os infratores vão responder em liberdade a processos por crime ambiental, e caso sejam condenados, poderão pegar penas que variam de 1 a 3 anos de prisão. Os infratores terão que pagar multas administrativas que variam de R$ 700,00 a R$ 100 mil, mais R$ 20,00 por quilo do pescado irregular.

Lembrando que em caso de reincidência os infratores perdem o direito a fiança e, eventualmente, o direito em responde o processo em liberdade.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo