PRF apreende cerca de 1,2 toneladas de maconha na BR-262, próximo a Três Lagoas (MS)

Foto: PRF/MS - Divulgação

Foto: PRF/MS – Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso do Sul divulgou na manhã desta quarta-feira (30/11), a informação de que policiais da corporação conseguiram apreender na Rodovia BR-262, nas proximidades do município de Três Lagoas, a 326 km de distância de Campo Grande, capital do Estado, 1.237,5 quilos de maconha, que estavam sendo transportados em um caminhão. Ninguém foi preso.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da PRF/MS, a apreensão aconteceu na madrugada desta terça-feira (29/11), durante uma fiscalização de rotina. O entorpecente estava escondido na carroceria, em um fundo falso.

Segundo os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), os quais foram repassados à imprensa, os policiais rodoviários federais faziam uma blitz na rodovia quando avistaram o caminhão com placas de Goiânia (GO) trafegando pela mesma, e sinalizaram para que o condutor parasse o veículo.

Durante a abordagem, os policiais checaram os documentos do condutor e os do veículo, e desconfiaram da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do rapaz de 28 anos, cujo documento apresentava indícios de que seria falso.

Os policiais convidaram o motorista a descer do veículo e a esperar ao lado de uma viatura policial, enquanto iriam realizar uma minuciosa vistoria na carroceria.

Aproveitando a oportunidade, o rapaz correu em direção a uma mata existente as margens da rodovia e desapareceu. Buscas foram realizadas na região, mas o suspeito não foi localizado.

O entorpecente foi encontrado no fundo falso existente na carroceria, e estava dividido em tabletes, prontos para serem comercializados.

Os policiais rodoviários federais apreenderam o caminhão, o entorpecente e os documentos do rapaz e os levaram para a sede da Polícia Federal em Três Lagoas, onde todas as providências cabíveis estão sendo tomadas.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PRF/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo