Helicóptero da PM é derrubado no Rio e 4 policiais morrem na queda

Imagem mostra policiais militares ao lado do helicóptero da PM que caiu no fim da tarde deste sábado (19/11) na Zona Oeste do Rio de Janeiro – Foto: Centro de Operações Rio/Divulgação

Imagem mostra policiais militares ao lado do helicóptero da PM que caiu no fim da tarde deste sábado (19/11) na Zona Oeste do Rio de Janeiro – Foto: Centro de Operações Rio/Divulgação

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro divulgou no início da noite deste sábado (19/11), a informação de que policiais da corporação, juntamente com militares do Corpo de Bombeiros, foram acionados para atender a uma ocorrência de queda de aeronave em um dos bairros da capital.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM), a queda da aeronave aconteceu por volta das 17h45min (horário de Brasília) de hoje, nas imediações da Favela Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Segundo os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), os quais foram repassados à imprensa, policiais militares realizavam uma ação na favela, com o apoio de helicópteros, quando traficantes entraram em confronto com eles. Houve tiroteio e, aparentemente, os tiros teriam atingindo um helicóptero da Polícia Militar, que caiu, causando a morte de quatro policiais.

Ainda não há informações sobre as causas da queda da aeronave. Policiais e peritos investigam se o aparelho caiu em decorrência de uma pane ou se foi abatida por traficantes.

Imagens das câmeras do Centro de Operações Rio mostram policiais militares junto ao helicóptero, que ficou totalmente destruído. Nenhum suspeito foi preso durante a operação policial.

O porta-voz da Polícia Militar, Major Ivan Blaz, informou que uma investigação está em curso para apurar as causas da queda do helicóptero.

Ainda não temos informações sobre isso. Somente a perícia poderá confirmar o que ocorreu“, afirmou o major Ivan Blaz.

Desde sexta-feira (18/11) que estão sendo registrados intensos confrontos entre milicianos, traficantes e policiais na Favela Cidade de Deus. Na manhã de hoje houve novos confrontos e no início da noite eles se intensificaram.

Traficantes chegaram a bloquear a Rua Edgard Werneck, que dá acesso a comunidade. Eles queimaram pneus, lixeiras e tapumes. Policiais militares agiram rápido, trocando tiros com os criminosos.

Moradores da comunidade relataram nas redes sociais o intenso tiroteio, e divulgaram fotos e vídeos do confronto. Um deles disse que um policial do Bope (Batalhão de Operações Especiais) pediu que ele saísse das ruas e fosse para casa para não ser atingido pelos disparos.

A Linha Amarela foi fechada por duas vezes hoje, e os motoristas sofreram com o congestionamento e com o tiroteio. Alguns saíram dos carros e se protegeram embaixo deles.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo