PMA autua e multa imobiliária por desmatamento ilegal na zona rural de Bonito (MS)

Foto: PMA/MS – Divulgação

Foto: PMA/MS – Divulgação

A Polícia Militar Ambiental (PMA) em Mato Grosso do Sul divulgou na manhã desta sexta-feira (24/06), a informação de que policiais da corporação conseguiram flagrar na zona rural de Bonito, a 297 km de distância de Campo Grande, capital do Estado, um desmatamento ilegal.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS, o flagrante aconteceu na tarde desta quinta-feira (23/06), por volta das 13h05min (horário de MS), durante uma fiscalização de rotina.

Segundo os dados que constam no Auto de Infração (AI), os quais foram repassados à imprensa, policiais ambientais faziam a fiscalização na zona rural de Bonito quando avistaram uma imensa área sendo desmatada.

Com a ajuda do GPS (Sistema de Posicionamento Global), os policiais constataram que haviam sido desmatados 16 hectares de mata nativa, tendo sido derrubado árvores de grande porte, incluindo de espécies protegidas por Lei.

Segundo os policiais ambientais que atenderam a ocorrência, a área desmatada foi dividida pelos infratores em três partes, sendo a primeira para um empreendimento imobiliário, a segunda para a construção de uma rodovia/estrada, e a terceira para extração de cascalho.

Os policiais constataram que a empresa (imobiliária) possui sede na capital, Campo Grande, tendo a mesma sido autuada administrativamente e multada em 16 mil. Além disso, os responsáveis irão responder a processo por crime ambiental, e em caso de condenação poderão pegar penas que variam de 3 a 6 meses de detenção.

As atividades foram suspensas e a área interditada. Os proprietários da imobiliário deverão apresentar aos órgãos ambientais responsáveis um Plano de Recuperação de Área Degradada (Prade).

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo