Terremoto volta a atingir o Sul do Japão nesta sexta-feira

Foto: Kyodo/Reuters

Foto: Kyodo/Reuters

Um forte terremoto de magnitude de 7,0 graus na Escala Richter voltou a atingir o Sul do Japão na tarde deste sexta-feira (15/04), deixando muitas pessoas apavoradas. As autoridades emitiram um alerta de tsunami e determinou a evacuação imediata das cidades de Ariake e Yatsushiro, que ficam localizadas próximas ao litoral.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, desde quinta-feira (14/04) que o Japão vem sofrendo com os tremores de terra. Até o momento mais de 130 réplicas atingiram a região, causando muita destruição e deixando 9 mortes e cerca de 1.126 feridos.

Segundo informações do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS – sigla em inglês) e da Agência Meteorológica do Japão (JMA), o tremor de hoje atingiu 7 graus na Escala Richter e há relatos de que casas e prédios desabaram.

Autoridades japonesas disseram agora a pouco que aproximadamente 50 pessoas em estado grave deram entrada no pronto-socorro de um hospital, o qual já está lotado.

Equipes de resgate, bombeiros, policiais e militares das Forças Armadas foram enviadas para as regiões mais atingidas. Helicópteros da Força Aérea foram colocadas à disposição das autoridades locais.

As equipes de emergência ainda buscam por sobreviventes do terremoto de ontem. Muitas pessoas ainda podem estar soterradas sob os escombros.

Um bebê de oito meses foi encontrado com vida sob os escombros de uma casa que desabou. Ele, juntamente com a mãe e a avó, foi resgatado e levado às pressas a um hospital, aonde permanecem internados.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse agora a pouco, que visitar neste sábado (16/04) as regiões mais afetadas pelos tremores. Disse ainda que o Ministério da Defesa mobilizou cerca de 1,7 mil soldados para ajudar as vítimas dessa tragédia.

Ao todo, cerca de 15 mil casas, estabelecimentos comercial, prédios públicos e edifícios residenciais estão sem energia elétrica e sem telefonia fixa e móvel. A circulação de trens de alta velocidade foi suspensa.

O Japão encontra-se localizado em uma região denominada de ‘Círculo de Fogo do Pacífico’, umas das áreas mais sísmicas e ativas do mundo, e onde ocorrem tremores com uma certa frequência. Os abalos sísmicos, no entanto, em sua maioria, são de baixa intensidade.

Com informações das Agências France Presse e NHK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo