Ladrões armados invadem e assaltam restaurante em bairro de Campo Grande (MS)

Sede da Polícia Civil e da Depac no Centro de Campo Grande (MS) – Foto: Álvaro Barbosa/Arquivo

Sede da Polícia Civil e da Depac no Centro de Campo Grande (MS) – Foto: Álvaro Barbosa/Arquivo

A Polícia Militar em Mato Grosso do Sul divulgou na manhã desta terça-feira (15/12), a informação de que policiais da corporação foram acionados para atender a mais uma ocorrência de assalto a estabelecimento comercial em um dos bairros de Campo Grande, capital do Estado.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM), o assalto aconteceu na noite deste segunda-feira (14/12), por volta das 21h45min (horário de MS), a um restaurante que fica localizado em uma das ruas do Bairro Jardim Lourenço, Região Leste da cidade.

Segundo os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), os quais foram repassados à imprensa, quatro homens armados chegaram ao restaurante e anunciaram o assalto, obrigando clientes e funcionários a ficarem quietos e sentados nas cadeiras.

Dois suspeitos permaneceram na porta do estabelecimento, enquanto outros dois roubavam todo o dinheiro que havia no caixa e pertences pessoais das vítimas.

Foram subtraídos do estabelecimento comercial cerca de R$ 1 mil e uma CPU de computador. Das vítimas (clientes e funcionários) foram roubados bolsas, carteiras, relógios, correntes de ouro, aparelhos de telefone celular, entre outros objetos.

Após cometerem o roubo, os ladrões fugiram do estabelecimento, ameaçando voltar e matar a todos caso as polícias fossem chamadas.

Funcionários do restaurante esperaram cerca de 30 minutos antes de acionarem a Polícia Militar, que rapidamente enviou viaturas para o local.

Os policiais militares que atenderam a ocorrência aconselharam as vítimas a registrarem um BO na Delegacia de Polícia Civil, enquanto de posse das descrições dos suspeitos iriam realizar buscas na região.

Segundo as vítimas, os criminosos aparentavam ter entre 16 e 20 anos de idade.

Com informações da Assessoria de Comunicação do GCPM/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo