Consumo de drogas na adolescência é tema de discussão durante Congresso Brasileiro de Pediatria

Apesar de ser um dos líderes mundiais na luta contra o tabagismo, com a redução de mais de 30% no número de fumantes nos últimos nove anos, como mostra pesquisa do Ministério da Saúde, o Brasil ainda convive com um triste e alarmante quadro: crianças e adolescentes estão entre os mais vulneráveis à iniciação ao tabaco e outras drogas, como maconha, álcool e até crack. Para se ter uma ideia da situação, 80% do total de fumantes iniciam o consumo antes dos 18 anos, aponta a pesquisa. Tendo em vista a relevância do quadro, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) incluiu o tema na programação do 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, que acontece de 12 a 16 de outubro, no Rio de Janeiro.

A conferência “Os perigos do uso do tabaco, álcool e maconha por crianças e adolescentes” abordará as novas diretrizes do comportamento do paciente com idade entre 10 e 18 anos e os desafios para o profissional da saúde. Além da vulnerabilidade destes adolescentes para a iniciação no uso do tabaco e a falta de fiscalização na compra e venda de bebidas alcoólicas, hoje, o Supremo Tribunal Federal já discute a liberação do porte de maconha para consumo próprio. Como lidar com esses casos e qual o papel do Pediatra nesse contexto e como orientar os pais e os próprios adolescentes sobre os riscos, malefícios e consequências do uso de drogas também serão questões abordadas no debate.

A conferência acontece dia 14 de outubro às 10h, mas durante cinco dias, cerca de 300 palestrantes estarão debatendo e apresentando casos e estudos para fomentar esta e outras demandas relativas à saúde da criança e do adolescente durante o 37º Congresso Brasileiro de Pediatria.

Para conhecer a programação completa do evento, que acontece de 12 e 16 de outubro, no Rio de Janeiro, acesse http://www.cbpediatria.com.br e ainda http://www.adolescencia2015.com.br/ e também http://www.dermaped2015.com.br/.

Fonte: SB Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo