Melhor surfista de Guarujá no ranking deste ano, Gilmar Silva quer comemorar “em casa” o título do Maresia Paulista Profissional

Final do Circuito será nestes sábado e domingo, na Praia de Pitangueiras

Surfista Gilmar Silva – Foto/Crédito: Renato Boulos

Surfista Gilmar Silva – Foto/Crédito: Renato Boulos

Melhor surfista de Guarujá no ranking deste ano, o experiente Gilmar Silva quer comemorar “em casa” o título do Maresia Paulista de Surf Profissional. A 3ª e decisiva etapa do mais tradicional circuito no Brasil, em sua 32ª edição, será disputada nestes sábado e domingo (3 e 4), na Praia de Pitangueiras, junto ao Canto do Maluf. Em ação, 96 atletas de nove estados, também em busca dos mil pontos no ranking brasileiro.

Quinto colocado, com um 17º lugar na etapa inicial, na Praia de Maresias, em São Sebastião, e um quinto na Praia Grande, em Ubatuba, Gilmar chega com chances de erguer a taça e mostra animação, sobretudo por competir na praia onde costuma treinar. “Competir nas Pitangueiras é sempre bom, me sinto em casa. Espero que as ondas estejam boas. Esse é um título que ainda não tenho e será muito bom para a minha carreira”, destaca.

Aos 32 anos, ele está sem patrocínio e trabalha como instrutor de surf no Projeto Ondas e Cidadania, criado por Jojó de Olivença, na Praia da Enseada. “Mas continuo treinando e competindo alguns campeonatos. O surf ainda está nos meus planos para o futuro. Espero conseguir um patrocinador para que possa continuar correndo atrás de meus objetivos”, afirma Gilmar, sabendo que uma vitória pode mudar muita coisa.

“Como surfista profissional ainda não tive um grande resultado marcante em minha carreira. Espero que esse campeonato fique marcado em minha carreira”, revela. “Estou muito confiante para tentar o título esse ano, estou surfando bem”, acrescenta.

No ranking, Thiago Camarão, de São Sebastião, tem 1.590 pontos. Hizunomê Bettero, de Ubatuba, que já conta com dois títulos paulistas e venceu a segunda etapa, vem em segundo, com 1.500. Marcos Corrêa, de São Vicente, vitorioso na abertura do Circuito, é o terceiro, com 1.360 pontos, seguido pelo paranaense e ex-WCT, Jihad Kohdr, com 1.220, que está à frente de Gilmar Silva, com 1.110.

A etapa terá R$ 30 mil em premiação, sendo R$ 8 mil ao vencedor. Além disso, será realizada a Overboard Expression Session, uma bateria antes da final, com R$ 1 mil ao autor da manobra mais radical. Já o campeão, o campeão paulista ganhará uma moto uma moto 0k, oferecida pela Tent Beach, e o número 1 do Circuito (que pode ser de outro estado), uma passagem para o Havaí, numa parceria com a Nias Tour.

O público também será premiado com os sorteios de duas pranchas de surf Wave Star, uma na praia e outra para quem acompanhar a transmissão ao vivo pela internet, no site www.maresia.com.br. Outra promoção será realizada no instagram @maresiaoficial, sorteando camisetas da marca.

O Maresia Paulista de Surf Profissional 2015 tem o patrocínio da Maresia, em parceria com as redes de lojas Overboard e Tent Beach, a agência de viagens Nias Tour e a marca de pranchas Wave Star. A realização é da Federação Paulista de Surf, com apoios do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria da Juventude Esporte e Lazer, prefeituras de São Sebastião, Ubatuba e Guarujá, associações de Surf de São Sebastião, Ubatuba de Surf e de Surf de Guarujá, com divulgação da Revista Fluir e portal Waves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo