Campo Grande (MS) recebe Congresso Internacional de Odontologia

O evento começa nesta quinta-feira e segue até sábado.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Teve início nesta quinta-feira e segue até sábado (29) o 4º Congresso Internacional de Odontologia de MS. Os mais renomados profissionais da odontologia brasileira e do mundo estão em Campo Grande, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, para participar do. O Congresso acontece a cada três anos e nesta edição terá como tema: “Os Desafios da Odontologia Contemporânea”.

As palestras do evento serão gratuitas. Durante os três dias de Congresso serão apresentadas as últimas novidades e experiências das diversas áreas do setor odontológico, como por exemplo, o planejamento digital do sorriso. Uma tecnologia que permitirá às pessoas visualizarem, antecipadamente, como o tratamento poderá deixar a arcada e a dentição mais bonitas e funcionais, antes mesmo do profissional iniciar os trabalhos, assim como é feito antes de algumas cirurgias plásticas ou de cortes de cabelo (visagismo). O assunto será debatido com o Dr. André Wilson Machado.

Outro expoente da odontologia no mundo que estará em Campo Grande é o Cirurgião-Dentista, Sidney Kina, que vem revolucionando a odontologia estética com os laminados cerâmicos, que estão sendo muito procurados para quem deseja ter aquele sorriso perfeito. A maioria dos artistas já aderiu aos laminados cerâmicos. Kina ministra cursos de Odontologia Estética em várias cidades do Brasil, América Latina, Espanha e Portugal.

Assuntos como a respiração bucal, deglutição atípica, distúrbios da ATM, bruxismo, ronco e apneia também estarão em pauta no evento. Serão apresentados os tratamentos multifuncionais para todas as idades. Este tema será debatido com o Dr. Antônio Bueno.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O evento é destinado a Cirurgiões-dentistas, acadêmicos, ASB’s e TSB’s e protéticos. Mais de mil pessoas já se inscreveram. “Será um excelente ponto de encontro entre profissionais, acadêmicos e técnicos da nossa área que desejam aumentar suas redes de relacionamentos corporativos, trocar experiências e ampliar seus conhecimentos. Também teremos o local ideal para a realização de novos negócios. Estamos trabalhando com afinco, dedicação e, sobretudo, focados em nosso objetivo, que é proporcionar a melhor convergência de mercado, ciência e tecnologia para toda a Odontologia do MS”, afirma o presidente da ABO-MS, Carlos Magno de Oliveira Rodrigues.

 O 4º CIOMS ainda contará com uma feira comercial, em que expositores de todo o País apresentarão produtos modernos e de alta tecnologia. Na grade científica do evento ainda estão previstos eventos paralelos, como o IV Encontro Sul Brasileiro de Saúde Bucal, 7º Congresso de Odontologia Militar e 34ª Jornada Acadêmica de Odontologia.

Durante o Congresso, ainda está sendo realizado atendimento social às crianças, com orientação à saúde bucal, escovação, distribuição de kits odontológicos e teatro educacional voltado também aos cuidados com a boca.

O evento começa segue até às 18h30 nesta quinta e sexta-feira. Já no sábado, começa às 7h e segue até às 12h30. Confira a programação completa no site do Congresso: www.aboms.org.br/congresso.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

IV Encontro Sul Brasileiro de Saúde Bucal

Evento discute políticas públicas para o setor

O evento, que está acontecendo durante o Congresso, é realizado pelo CRO-MS (Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso do Sul). O tema é “Desafios e Perspectivas da Saúde Bucal Coletiva”.

O Encontro é organizado por um grupo composto pelos três Conselhos Regionais da região sul: CRO-RS, CRO-SC e CRO-PR, além do anfitrião desta edição, o CRO-MS. “O CRO-MS começou a participar desse evento na última edição, em 2013. Partiu de um convite dos três estados, em função da odontologia pública de MS ser sempre uma referência no cenário nacional. Então fomos inseridos nesse grupo para contribuir e trocar experiências com esses outros estados”, explica o presidente do CRO-MS, Francisco Grilo.

O evento, que acontece a cada dois anos, reúne representantes dos governos Federal, Estaduais e Municipais, para discutir sobre a odontologia pública. “Temos que pensar estratégias para melhorar o serviço público, já que 80% das pessoas no Brasil são usuárias do SUS. Com o Encontro Sul Brasileiro buscaremos trabalhar as necessidades do sistema”, declara uma das representantes do CRO-MS, Oneide Toniazzo.

O Encontro ainda é uma forma de direcionar as forças e trocar boas experiências. “Cada estado traz dois modelos de gestão implantados em municípios que podem ser considerados referências. Assim ocorre um intercâmbio de conhecimento. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do IV Encontro Sul Brasileiro de Saúde Bucal-MS: http://www.4esbsb.com.br/index.html

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

PROGRAMAÇÃO – IV Encontro Sul Brasileiro de Saúde Bucal

Dia 27/08/2015 – Quinta-feira

8h – Abertura

9h – CD FERNANDO RITTER (Secretário Municipal de Saúde de POA)

Palestra: “A Tomada de decisão na Gestão Municipal, da Atenção Básica Primária à Alta Complexidade”.

10h30 – CD ANTÔNIO LASTÓRIA (Secretário Adjunto de Saúde de Campo Grande/MS)

Palestra: “Evolução da Saúde Bucal do SUS no Mato Grosso do Sul”.

Das 12h às 14h – Intervalo para ALMOÇO

Experiências Municipais em Saúde bucal

14h – Campo Grande – MS

14h30 – Curitiba – PR

15h – Florianópolis – SC

15h30 – Porto Alegre – RS

16h – Corumbá – MS

16h30 – Foz do Iguaçu- PR

17h – Chapecó – SC

17h30 – Cachoeirinha – RS

Dia 28/08/2015 – Sexta-feira

8h – O Paciente Especial dentro da Rede pública de saúde – CD Eduardo Motta (MS)

9h – Panorama atual e perspectivas da Saúde Bucal no Brasil – CD Gilberto A. Pucca (DF) Coordenador Nacional de Saúde Bucal

09h45 – A Universidade como parceira do Serviço Público na formação do CD – CD Maria Celeste Morita (PR) Pres. Associação Brasileira de Ensino ABENO

10h30 – Dificuldades na operacionalização dos serviços – CD Norberto Fabri Junior (MS)

11h15 – Debate

Das 12h às 14h – Intervalo para ALMOÇO

14h – Estratificação de Risco – CD Márcia Helena Baldani (PR)

15h30 – Ionômero de vidro dentro do serviço público  – CD Raquel Lana Passos (DF)

17h – PREMIAÇÃO dos trabalhos (Banners)

Dados saúde bucal

O Brasil é o país que mais tem dentistas no mundo – são 260 mil -, mas, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2013, divulgada em junho de 2015 pelo IBGE, 55,6% dos brasileiros não se consultam anualmente. A recomendação dos dentistas é de que as consultas sejam semestrais. Quanto aos hábitos de escovação, 89,1% dos entrevistados maiores de idade disseram que escovam os dentes pelo menos duas vezes ao dia. E 67,4% consideram sua saúde bucal “boa ou muito boa”.

A pesquisa estimou que, das pessoas de 18 anos ou mais de idade, 11,0% perderam todos os dentes, o que corresponde a um contingente de 16,0 milhões, sendo maior a proporção entre as mulheres (13,3%) que entre homens (8,4%). Aproximadamente 41,5% das pessoas de 60 anos ou mais de idade perderam todos os dentes, tendo ocorrido o mesmo com 22,8% das pessoas sem instrução ou com fundamental incompleto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo