Colisão de trens deixa mortos e feridos em Santiago, no Chile

Dois trens colidiram na madrugada desta quinta-feira (20) em San Bernardo, na Região Metropolitana de Santiago, capital do Chile, deixando mortos e feridos. As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas já estão sendo investigadas.

Trens colidem em Santiago, capital do Chile, nesta quinta-feira (20) e deixa mortos e feridos – Foto: Lucas Aguayo Araos/AFP

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, dois trens, sendo um de passageiros e outro de carga, seguiam pela mesma linha férrea e acabaram colidindo, tendo um dos trens subido em cima do outro.

O acidente aconteceu na principal linha férrea de San Bernardo, entre as pontes Maipo e Nos. A colisão fez com que o trem de passageiros subisse no trem de carga, que ficou totalmente destruído.

Equipes de emergência foram acionadas e enviadas para o local, que foi isolado. Uma imensa área próxima ao local do acidente precisou ser isolada. Ela será usada para triagem dos feridos e para guardar provisoriamente os corpos das vítimas fatais.

Segundo informações da imprensa chilena, o acidente aconteceu por volta das 00h15min (horário local), quando o trem de passageiros realizava testes de velocidade.

Testemunhas disseram que o trem de passageiros estava em alta velocidade e teria entrado no mesmo trilho do trem de carga, que carregava mais de duas toneladas de placas de cobre.

Até o momento, as autoridades chilenas confirmaram a morte de dois homens de 43 e 58 anos, que estavam no trem de carga da Empresa Fepasa. O corpo de um deles foi encontrado dentro do trem e o outro do lado de fora.

As equipes de emergência conseguiram resgatar com vida nove pessoas que estavam no trem de passageiros. Todos os feridos foram socorridos e levados para hospitais da região.

Uma fonte policial, que preferiu não se identificar, informou que a tripulação de um dos trens foi avisada momentos antes da colisão, e que as pessoas se abrigaram no último vagão.

Entre os feridos há quatro chineses, que estavam no trem de passageiros.

O prefeito de San Bernardo, Cristopher White, lamentou a tragédia e se solidarizou com as vítimas e seus familiares.

Ele classificou o acidente como uma “tragédia sem precedentes”. Ele disse ainda que se faz necessário uma investigação para apurar as causas do acidente, já no local havia duas vias alternativas.

O que nos inquieta e preocupa é saber porque isso aconteceu em um lugar onde haviam duas vias alternativas. É algo incomum“, concluiu Cristopher White.

Com informações das agências Associated Press e AFP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo