Acidente entre carro e carreta deixa 1 morto na BR-267, próximo a Bataguassu (MS)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso do Sul registrou no início da manhã de domingo (27) um grave acidente na Rodovia BR-267, nas proximidades do município de Bataguassu, a 311 km de Campo Grande, capital do Estado, que resultou na morte de um policial militar de 25 anos.

Foto: Tiago Apolinário/Da Hora Bataguassu – Cortesia

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da PRF/MS, o acidente aconteceu por volta das 06h05min, e envolveu um veículo modelo Volkswagen Saveiro, conduzido pelo policial militar A. H. C. C., de 25 anos, e uma carreta carregada com óleo de soja, conduzida por um homem de 52 anos.

Segundo dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO) os quais foram repassados à imprensa, os dois veículos seguiam na mesma direção, sendo que o motorista do carro seguia em alta velocidade.

A carreta, que seguia na frente, foi atingida pelo carro na parte traseira, tendo o motorista do veículo parado para verificar o que havia ocorrido.

Ao perceber o carro sob a carreta, o motorista acionou a PRF/MS e o Corpo de Bombeiros, que rapidamente chegaram ao local.

Os bombeiros conseguiram retirar a vítima das ferragens do carro de passeio, e constataram que ela já não apresentava mais os sinais vitais, tendo sua morte sido oficialmente confirmada.

Já o motorista da carreta não ficou ferido e não precisou de atendimento médico. Nervoso, ele se propôs a realizar o teste do bafômetro e prestou depoimento aos policiais rodoviários federais.

Após a colisão, o carro ficou preso embaixo da carreta e foi arrastado por cerca de 50 metros.

Por causa do acidente, um trecho da rodovia precisou ser parcialmente interditado. Policiais rodoviários federais realizaram a sinalização no local do acidente. Peritos da Polícia Civil estiveram no local.

Segundo informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM), o policial militar residia em Nova Andradina e estava lotado na 7ª CIPM de Bataguassu.

Com informações das Assessorias de Comunicação da PRF/MS e do CGPM/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo