Incêndio atinge e destrói hospital em Nassiriya, no Sul do Iraque

Um incêndio de grandes proporções atingiu e destruiu parcialmente na manhã desta segunda-feira (12) um hospital na cidade de Nassiriya, no Sul do Iraque, deixando 42 mortos e 65 feridos. As causas do incêndio ainda são oficialmente desconhecidas, mas já estão sendo apuradas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o fogo começou em uma ala de pacientes com Covid-19 (Coronavírus), provavelmente em decorrência da explosão de um tanque de oxigênio.

Foto: Reprodução

As chamas rapidamente se alastraram e aprisionaram muitos pacientes e enfermeiros que estavam dentro de uma das alas. Assustados, muitos pacientes e enfermeiros pularam as janelas.

Equipes da polícia, dos bombeiros, da Força de Segurança e do Crescente Vermelho foram mobilizadas e enviadas para a área, que foi totalmente isolada e fechada para motoristas e pedestres.

Médicos e enfermeiros carregaram corpos carbonizados para fora do hospital, enquanto alguns pacientes saíam andando e tossindo em decorrência da densa fumaça.

Equipes de resgate continuam realizando buscas no Hospital al-Hussain, apesar do fogo já ter sido controlado e praticamente extinto. Os danos são consideráveis e a previsão é a de que o hospital fique fechado por aproximadamente dois meses.

Uma fonte da polícia iraquiana, que preferiu não se identificar, disse que o número de mortos pode aumentar nas próximas horas, porque existem muitos pacientes em estado gravíssimo. Dois profissionais da saúde estão entre os mortos.

Em abril deste ano, um incêndio causando por uma explosão de um tanque de oxigênio em um hospital em Bagdá, capital do Iraque, destinado a vítimas da Covid-19 (Coronavírus), causou a morte de pelo menos 82 pessoas e deixou mais de 100 feridos.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo