Naufrágio deixa 4 mortos e 20 feridos próximo a Flórida (EUA)

Um barco com imigrantes naufragou neste domingo (02) na Costa do Estado da Flórida, nos Estados Unidos (EUA), causando a morte de quatro pessoas e deixando outras 20 feridas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, equipes de resgate e da Guarda Costeira foram mobilizadas e enviadas para o local. O capitão da embarcação sobreviveu ao naufrágio e foi detido pelas autoridades policiais, que abriram uma investigação.

Destroços do barco com imigrantes que naufragou neste domingo (02) na Costa da Califórnia, nos EUA — Foto: Sandy Huffaker/AFP

Os sobreviventes foram socorridos e encaminhados a hospitais da cidade mais próxima, aonde permanecem internados. Todos passam bem e não correm risco de morrer.

Testemunhas disseram que o barco com imigrantes ilegais foi atingindo por várias ondas, adernando e naufragando. Destroços da embarcação puderam ser vistos na água.

A embarcação tinha cerca de 12 metros de comprimento e não possuía coletes salva-vidas.

Um dos salva-vidas, Rick Romero, disse que as pessoas que estavam na água estavam se afogando e que o resgate precisava ser feito o mais rapidamente possível.

Quando chegamos ao local tinha gente na água, se afogando, sendo sugada pela correnteza”, disse Rick Romero.

Vários sobreviventes receberam os primeiros-socorros ainda na praia, porque corriam risco de morrer.

Um agente da Guarda Costeira dos EUA disse que no barco havia 30 imigrantes ilegais, e que a embarcação estava lotada e sem equipamentos de segurança adequados, como boias e coletes.

Já um agente da Patrulha de Fronteira, Jeff Stephenson, disse que “a embarcação era usada para contrabandear migrantes para os Estados Unidos ilegalmente”.

Ainda não se sabe a nacionalidade das pessoas que estavam a bordo do barco, mas as autoridades acreditam que sejam haitianos. Assim que receberam alta todos devem ser detidos e deportados.

As autoridades norte-americanas disseram que houve um aumento significativo no número de contrabando de pessoas pelo mar nos últimos anos, e que o barco envolvido no incidente de domingo era maior e continha mais pessoas do que a maioria das embarcações apreendidas pela Guarda Costeira e pela Patrulha de Fronteira.

Com informações das Agências France Presse e Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo