Ataques a tiros deixam 6 mortos e 2 feridos nos Estados Unidos

Dois tiroteios ocorridos na manhã deste domingo (18) nos Estados Unidos deixaram pelo menos seis mortos e dois feridos. Os ataques aconteceram em um bar no Estado de Wisconsin e em um prédio comercial no Estado do Texas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, as autoridades policiais acreditam que não existe relação entre os dois ataques, mas as polícias estão investigando as duas ocorrências e podem solicitar apoio ao FBI (Polícia Federal).

Tiroteio deixa mortos e feridos em Austin, capital do Texas (EUA), neste domingo (18) — Foto: Reprodução/NBC

O primeiro tiroteio aconteceu em bar localizado na cidade de Kenosha, no Estado do Wisconsin, e segundo testemunhas, o fato aconteceu em decorrência de uma briga entre dois jovens.

Equipes de emergência e da polícia foram acionadas e rapidamente isolaram a região. O suspeito conseguiu fugir e está sendo procurado.

Uma testemunha, que pediu para não ser identificada, disse que o proprietário do bar pediu a um jovem que deixasse o local, mas que ele se recusou e sacou uma arma, atirando contra os funcionários e frequentadores. Três pessoas morreram e outras duas ficaram gravemente feridas.

Os feridos foram socorridos e levados a hospitais da região. Já os corpos das vítimas fatais foram resgatados e levados para o necrotério de um hospital da cidade.

Tiroteio deixa mortos e feridos em Wisconsin (EUA) neste domingo (18)

Já o segundo tiroteio ocorreu próximo a um prédio comercial na cidade de Austin, capital do Texas, e resultou na morte de três pessoas. O suspeito também conseguiu fugir, mas ele já foi identificado e a prisão dele deve acontecer nas próximas horas.

As polícias das duas cidades norte-americanas pediram a população que evite sair de casa sem necessidade, e que permaneçam tranquilas, já que não existem riscos imediatos a segurança dos cidadãos.

O presidente dos EUA, Joe Biden, classificou os ataques como “atos desumanos”, e anunciou medidas para dificultar o acesso às “armas fantasmas”, que podem ser montadas em casa e que não possuem números de rastreio.

A violência com armas de fogo neste país é uma epidemia. E é uma vergonha internacional“, disse o presidente Joe Biden.

Com informações das Agências Reuters e Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo